Notícias

Paralisação parcial de motoristas e cobradores afeta transporte coletivo da capital

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

1 de dezembro de 2015 - 00:00 - Atualizado em 1 de dezembro de 2015 - 00:00

Curitiba amanheceu parcialmente sem ônibus nesta terça-feira (01). Devido à manifestação de motoristas e cobradores, que protestavam contra o não pagamento do 13° salário por parte de algumas empresas, algumas linhas deixaram de circular completamente, enquanto outras operavam normalmente.

No início da manhã, a estimativa era de que 50% dos veículos que circulam na cidade estivessem em operação. Porém, não era possível dizer com exatidão que linhas estavam funcionando totalmente ou não, pois algumas delas são de composição mista, isto é, operadas por mais de uma empresa de transporte.

Sabe-se que entre as linhas mais afetadas estão as que passam pelos terminais Pinheirinho e Sítio Cercado. No terminal de ônibus do Bairro Alto, por exemplo, a circulação de ônibus aparentemente era normal. Já na praça Rui Barbosa, na região central, haviam poucos veículos e um número mínimo de passageiros aguardando nos pontos.

Clique aqui e confira algumas das linhas que devem ser afetadas pela greve

De acordo com o Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus), as empresas que não realizaram os pagamentos foram a Tamandaré Matriz, São José dos Pinhais, Campo Largo, Cidade Sorriso e Araucária Matriz. Porém, a promessa é que a paralisação seja encerrada assim que os depósitos relativos ao 13° sejam realizados.