Notícias

Palácio Belverdere é reinaugurado e ossada encontrada nas escavações é apresentada

Mais de 400 dentes e ossos já foram encontrados

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

20 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:03

Depois de ser destruído por um incêndio há dois anos, o Palácio Belvedere, no Centro de Curitiba, está pronto. A reinauguração do local ocorreu na noite desta quinta-feira (19) com a encenação “Celebração Belle Époque Brasileira”. Durante as obras de restauração da construção centenária um detalhe chamou atenção. Ossos de humanos foram encontrados no local.

Enquanto realizavam as escavações para a construção do elevador, os responsáveis encontraram uma ossada. Segundo historiadores, antes da construção do Belvedere havia uma capela onde eram feitos sepultamentos no início do século passado.

Todo o material foi recolhido e levado para o Museu Paranaense, que fica bem próximo ao local. Uma equipe, liderada por um arqueólogo argentino está fazendo a escavação para encontrar mais ossos. Até agora já identificaram 400 dentes e vários ossos humanos. O trabalho de identificação pode levar mais de um ano.

Confira mais detalhes:

Palácio Belvedere

O Palácio Belvedere ocupa parte da Praça João Cândido, no alto do bairro São Francisco, em Curitiba. Em dezembro de 2017 um incêndio destruiu boa parte da construção. Mas o passado que tentaram apagar, ganhou um novo capítulo quando o prédio foi refeito.

No primeiro andar os visitantes poderão fazer uma parada para tomar um café. Já no segundo piso o turistas poderão contemplar a vista do alto do São Francisco. No Palácio também funcionará a Academia Paranaense de Letras.

*Com informações da equipe de reportagem da RIC Record TV

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.