Notícias

Países da UE discutem resposta a salto nos preços da energia

Reuters
Reuters
Países da UE discutem resposta a salto nos preços da energia
Sistema de distribuição de gás em Kiskundorozsma, ao sul de Budapeste, na Hungria

5 de outubro de 2021 - 08:34 - Atualizado em 5 de outubro de 2021 - 08:35

Por Kate Abnett

BRUXELAS (Reuters) – Governos da União Europeia estão empenhados em discussões nesta semana sobre se um salto nos preços de energia exige uma resposta coordenada, conforme líderes avaliam as potenciais consequências da transição verde da Europa e com os consumidores elevando o uso de aquecimento para enfrentar o inverno.

Líderes da UE vão discutir nesta terça-feira os preços recordes do gás natural e os ministros do Meio Ambiente dos 27 membros debaterão sua resposta na quarta-feira.

“A situação está se tornando crítica. Os preços altos estão ameaçando a competitividade da economia e vão afetar dramaticamente os orçamentos de pequenos consumidores e famílias”, disse o primeiro-ministro tcheco, Andrej Babis, em carta a outros líderes da UE antes da reunião.

A disparada dos custos dividiu países sobre como responder e se Bruxelas deveria intervir.

Entre os que pressionam por ação da UE está a Espanha, cujas propostas incluem um novo sistema para que os países comprem gás conjuntamente. A França, por sua vez, quer mudar a regulação da UE para desvincular o preço da eletricidade dos preços do gás e atrelá-lo ao custo médio de produção em cada país da UE.

Luxemburgo, Polônia, Grécia e República Tcheca também sugeriram uma série de intervenções da UE para os ministros debaterem na quarta-feira.

A Comissão Europeia vai publicar um guia sobre como os países podem responder aos saltos dos preços em 13 de outubro.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH940LA-BASEIMAGE