Segurança

‘Maré Alta’: PM faz operação no litoral e prende 8 pessoas em 15 dias

844 veículos foram vistoriados durante a ação; o policiamento foi reforçado em 7 municípios da região

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da AEN
‘Maré Alta’: PM faz operação no litoral e prende 8 pessoas em 15 dias
(Foto: SESP via AEN)

9 de outubro de 2021 - 18:31 - Atualizado em 9 de outubro de 2021 - 18:33

Oito pessoas ligadas ao tráfico e possíveis homicídios foram presas durante a Operação Maré Alta, desencadeada pela Polícia Militar (PM) no litoral do Paraná. A ação terminou neste sábado (9) após 15 dias de abordagens, bloqueios, patrulhamentos e equipes concentradas em pontos com maior índice de criminalidade. Quatro armas de fogo e 1,2 kg de droga foram apreendidos.

O policiamento foi intensificado nos sete munícipios da região litorânea, em especial em Paranaguá. Para a ação, foram deslocadas equipes de Curitiba e da Região Metropolitana, do 1º Comando Regional da Polícia Militar (1º CRPM), que atuaram juntamente com o 9º Batalhão, responsável pelo Litoral.

Ao longo de duas semanas, as equipes policiais militares atenderam 74 ocorrências, em flagrantes ou denúncias da população. Foram abordadas 1.798 pessoas e 844 veículos vistoriados. Além das pessoas presas, um adolescente foi apreendido. Foram feitos dois termos circunstanciados e houve apreensão de R$ 6.810 em notas falsas.

A fiscalização do trânsito urbano também foi reforçada e resultou em 112 autuações, uma autuação e uma prisão por embriaguez ao volante, além de 25 veículos recolhidos por irregularidades.

Maconha

Em uma ocorrência registrada na terça-feira (6), policiais militares da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) encontraram pés de maconha em uma casa.

Com a autorização da moradora, foi feita a vistoria e abordada uma mulher, de 20 anos, que teria confessado que plantava a substância em conjunto com o irmão, que não estava no local. Ela foi presa e encaminhada à delegacia de polícia da cidade.

A operação Maré Alta também contou com o apoio das unidades especializadas da Corporação, como o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e o Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA). Também houve aplicação das Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAMs) dos batalhões de Curitiba e da Região Metropolitana, com cobertura em terra, água e aérea.