Notícias

Onda de assaltos diários deixa trabalhadores do Mossunguê apavorados

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

9 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 9 de junho de 2016 - 00:00

Trabalhadores que usam a Estação Tubo São Grato relatam assaltos diários na região. (Foto: Reprodução)

Funcionários de centro comercial e passageiros de estação tubo são alvos constantes de assaltos a mão armadas

Trabalhadores de um centro comercial no Mossunguê estão desesperados com uma onda de assaltos que tem ocorrido em frente ao prédio, localizado na Rua Grã Nicco, no Mossunguê. Um dos crimes ocorreu no começo da tarde desta quinta-feira (9), quando homens armados assaltaram um idoso que estava com o carro estacionado em frente ao local. Os criminosos levaram os pertences da vítima. Segundo testemunhas, esse é o terceiro assalto a mão armada desde segunda-feira (6) na mesma rua. Em um dos crimes, ocorrido na terça-feira (7), uma mulher que caminhava até uma estação tubo próximo do local foi abordada por três homens em um veículo branco. Os suspeitos tentaram obrigar a vítima a entrar no carro, mas ela resistiu. Por fim, os bandidos agrediram a mulher e levaram a sua bolsa.

“Estamos desesperados. Todos os dias são registrados assaltos a mão armada na mesma rua e nos mesmo horários. Não vemos carro da polícia passando por aqui. Quando saímos do trabalho, ficamos rezando para não sermos os próximos”, afirma uma das funcionárias, que não quis se identificar.

Já o dono de um estabelecimento, localizado próximo da Estação Tubo São Grato, também na região, afirmou que há tempos os assaltos são diários. Um dos crimes aconteceu no próprio estabelecimento comercial, na última semana, quando um dos clientes teve o carro levado pelos bandidos.

Em nota, a Polícia Militar informou que está formando em todo o estado mais de 2.000 policiais militares, os quais serão distribuídos em todas as regiões que apresentam necessidade. Curitiba contará com grande parte deste efetivo, que será dividido nos bairros, após a formação.

A Polícia Militar informa ainda que o policiamento preventivo e ostensivo no bairro Mossunguê é feito pelo 12º BPM. As ações são desempenhadas pelas Radiopatrulhas da unidade e também pela ROTAM (Rondas Ostensivas Tático Móvel), além do Serviço Reservado. Também há uma grande atuação do Bope no local, em operações esporádicas especiais. As ações se dão nos mais diferentes horários, conforme os apontamentos.

No entanto, a corporação pede que quando acontecer alguma situação, a população ligue para a PM por meio do 190. Informa também que fatos consumados são de responsabilidade da Polícia Civil, que deve investigar.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.