Notícias

Oito tartarugas gigantes são encontradas mortas no litoral do Paraná

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

24 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 24 de novembro de 2018 - 00:00

Podendo chegar a dois metros de comprimento e a pesar 500 kg, a espécie também é conhecida por tartaruga gigante (Foto: Reprodução Projeto Tamar/Direitos Reservados)

A morte das tartarugas-de-couro, conhecidas como tartarugas gigantes, preocupa os biólogos, já que a espécie está ameaçada de extinção

Uma tartaruga-de-couro foi encontrada morta em Guaratuba, no litoral do Paraná, neste sábado (24). A morte dos animais preocupa os biólogos, já que a espécie está ameaçada de extinção.

Tartaruga-de-couro encontrada morta no Paraná

Nas últimas duas semanas, outras sete tartarugas-de-couro foram encontradas ao longo da orla, entre Matinhos e Pontal do Paraná. Duas delas estavam em estado avançado de decomposição, dificultando o exame da causa da morte.

“Temos algumas hipóteses, umas delas é pela aproximação desses animais na costa. A interação deles com as pescarias se torna maior e os animais acabam capturados acidentalmente pelas redes de pesca”, afirmou a bióloga Camila Domit, do Centro de Estudos do Mar da Universidade Federal do Paraná. A bióloga ainda afirmou que a vinda desses animais para a costa brasileira se dá pela corrente mais quente, que traz uma série de organismo gelatinosos, que é o principal alimento das tartarugas.

Curiosidades sobre a tartaruga gigante 

A cada mil filhotes que nascem, apenas um -em média- chega à vida adulta. Podendo chegar a dois metros de comprimento e a pesar 500 kg, a espécie também é conhecida por tartaruga gigante. Segundo o Projeto Tamar, a espécia vive usualmente na zona oceânica durante a maior parte da vida. A única área regular de desova conhecida no Brasil situa-se no litoral norte do Espírito Santo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.