Notícias

Novos restaurantes populares de Maringá devem ser inaugurados ainda neste ano

Cidade passará a ofertar o total de 2.250 refeições diárias, quase o dobro da oferta atual

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da PMM
Novos restaurantes populares de Maringá devem ser inaugurados ainda neste ano
Atualmente, mais de 1,2 mil refeições são ofertadas diariamente no Restaurante Popular do município (Foto: Aldemir de Moraes / PMM)

28 de agosto de 2021 - 09:25 - Atualizado em 28 de agosto de 2021 - 09:25

Com foco na segurança alimentar da população, três novos restaurantes populares estão sendo construídos pela Prefeitura de Maringá e funcionarão no Residencial Honorato Vecchi, Conjunto Residencial Ney Braga e Parque Residencial Tuiuti. O custo das três unidades soma R$ 1,7 milhão e a previsão é que os restaurantes sejam inaugurados ainda neste ano.

O objetivo é ampliar a oferta de refeições saudáveis a preços acessíveis. Com isso, Maringá passará a ofertar o total de 2.250 refeições diárias, quase o dobro da oferta atual, e atenderá uma outra meta, que é descentralizar serviços sociais para a comunidade.

“Além de aumentar a quantidade de refeições servidas para a comunidade, também vamos otimizar e melhorar os serviços com novos equipamentos”, comenta o nutricionista da Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Maringá, Geferson Almeida Gonçalves.

De acordo com o superintendente Josivaldo Reis, as obras estão adiantadas. “O processo de finalização demora um pouco mais devido aos detalhes, mas já estamos finalizando, o que está pendente são algumas questões da aquisição de equipamentos que precisa de autorização do Governo do Estado”, afirma

Restaurante popular

Atualmente, são ofertadas 1.250 refeições diariamente no Restaurante Popular que fica localizado na Zona 07 de Maringá. Cada refeição custa R$ 3 e atende trabalhadores, idosos, estudantes, aposentados, desempregados, coletores de material reciclável, ambulantes, moradores em situação de rua, entre outros. O cardápio é preparado por uma equipe de nutricionistas e inclui arroz, feijão, guarnição, carne, salada e fruta de sobremesa.

O restaurante funciona de segunda a sexta, das 11h às 14h, com consumo presencial e entrega de marmitas. O local está funcionando com 50% da ocupação, respeitando os decretos municipais como medida de prevenção ao coronavírus.