Notícias

Novo Ligeirão percorrerá Curitiba de norte a sul através da Linha Verde

Será possível chegar do Bairro Alto ao Pinheirinho em aproximadamente meia hora. Trecho, por enquanto, terá nove estações, que permitem a integração com outras 18 linhas de ônibus.

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com informações da Prefeitura de Curitiba e supervisão de Giselle Ulbrich
Novo Ligeirão percorrerá Curitiba de norte a sul através da Linha Verde
Novo Ligeirão percorrerá Curitiba de norte a sul através da Linha Verde (Foto: Hully Paiva/SMCS)

16 de julho de 2021 - 21:36 - Atualizado em 16 de julho de 2021 - 21:36

A Prefeitura de Curitiba informou que a capital ganhará neste sábado (17) mais uma importante linha de ônibus: o Ligeirão Fagundes Varela/Pinheirinho. Segundo o informe, o novo Ligeirão terá a cor vermelha e fará a ligação inédita entre o Norte e o Sul da cidade pela Linha Verde (BR-476). Entre ida e volta, serão percorridos 29 quilômetros de extensão, ligando o Bairro Alto ao Pinheirinho. Somente nos horários de pico, a linha deve atender 1,5 mil passageiros por dia.

Entre os pontos positivos do novo Ligeirão é o fato dele permitir a integração de 18 linhas pelas estações-tubo, sem contar as conexões que poderão ser feitas no Terminal do Pinheirinho, por onde circulam 38 linhas, sendo quatro metropolitanas.

Segundo a Prefeitura, com a integração, o passageiro poderá trocar de ônibus nas estações-tubo ou no terminal sem pagar outra passagem.

“Essa nova linha tem 29 quilômetros e vai permitir a integração com o Circular Sul ocupando a canaleta central da nossa Linha Verde”,

disse o prefeito Rafael Greca.

De acordo com a Prefeitura, na primeira fase, a linha Fagundes Varela/Pinheirinho terá nove estações de parada, número que será ampliado no futuro com o avanço das obras da Linha Verde Norte para a implantação das estações Solar e Atuba e a instalação de outras estações no sentido sul da cidade. A Linha Verde já teve um novo lote de obra entregue esta semana, porém ainda falta mais um trecho para ser concluído.

“Trata-se de uma linha aguardada há muito tempo pela população e que essa gestão, com o avanço das obras da Linha Verde, está entregando. O projeto traz mais mobilidade, qualidade no transporte e integração entre os bairros da cidade e também com a região metropolitana”,

disse Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs).

A linha também permitirá a integração da capital com outras regiões da cidade que passam pelas mesmas estações, incluindo ainda ônibus metropolitanos que vão até Fazenda Rio Grande e Colombo.

“O novo Ligeirão tende a crescer muito nos próximos anos, principalmente com a implantação das demais estações-tubo no norte da Linha Verde, que ampliarão a integração com a Região Metropolitana, com os municípios de Colombo e Pinhais”,

informou o presidente da Urbs.

Com uma frota inicial de três veículosum biarticulado e dois articulados –, a Fagundes Varela/Pinheirinho vai circular com intervalo médio de 20 minutos. A viagem completa, de ida e volta, levará uma hora. 

“Herdamos essa grande e complexa obra. O resultado do trabalho intenso está aí, com o término do lote 3.1. Logo iremos também concluir a trincheira da Rua Fúlvio José Alice, que ligará Bairro Alto e Bacacheri sob a Linha Verde. E, dia a dia, avançamos com o serviço entre o Conjunto Solar e o Atuba, que pretendemos entregar no próximo ano”, apontou Rodrigo Rodrigues.

O secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, destacou que o avanço das intervenções na Linha Verde com a conclusão do trecho concretizam os esforços para finalizar a via que corta Curitiba de norte a sul.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.