Coronavírus

Notícias boas que nos fazem acreditar que iremos vencer o coronavírus

Atitudes e gestos de solidariedade marcam o momento da pandemia

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Notícias boas que nos fazem acreditar que iremos vencer o coronavírus
Aos 97 anos, a idosa Gina Dal Coletto recebeu alta do Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, após ficar internada com o novo coronavírus (FOTO: DIVULGAÇÃO)

27 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 27 de abril de 2020 - 00:00

O coronavírus mudou a rotina e mexeu com a economia mundial, mais de 190 países já confirmaram infectados e os noticiários se encheram de tragédias, entretanto, existem notícias boas. A covid-19 colocou o planeta em alerta, obrigando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarar que a situação representou uma pandemia. Não dá para diminuir a importância. Mas, separamos boas notícias para acreditar que o surto vai passar.

Entre as boas notícias durante a pandemia do coronavírus, estão atitudes do bem, difíceis de acreditar em outras épocas. Atos pequenos de solidariedade que eram ignorados tempos atrás e agora fazem a população mundial refletir.

Boas notícias em meio ao coronavírus

Wuhan livre do coronavírus

A cidade chinesa de Wuhan, onde o surto do coronavírus teve início, declarou no dia 26 de abril que os últimos 12 pacientes internados com a doença receberam alta. Durante a pandemia, Wuhan chegou a registrar 46.452 casos e foram 3.869 mortes.

Grandes marcas se juntam ao combate a doença

A pandemia do coronavírus levou o mundo a uma dependência de materiais hospitalares jamais vista nos últimos 100 anos. Com a necessidade de máscaras, respiradores, roupas para profissionais da saúde e outros equipamentos de proteção individual (EPIs), grandes marcas alteraram suas linhas de produções para garantir o fornecimento necessário.

Na Itália, a marca de roupas Armani produziu macacões médicos descartáveis em todas as fábricas italianas. No Brasil, a Leroy Merlin separou impressoras 3D para produzir 12 mil protetores faciais para profissionais da saúde.

Cantores brasileiros se unem em lives do bem

Desde o dia 28 de março, quando o cantor Gusttavo Lima apareceu cantando de casa em transmissão ao vivo pelo Youtube, as lives invadiram as residências dos brasileiros. Com o objetivo de levar entretenimento e arrecadar doações para instituições de caridade, os shows de casa conquistaram o público.

live gusttavo lima

(FOTO: REPRODUÇÃO)

Vários cantores já fizeram lives e os números das doações arrecadadas surpreendem. Gusttavo Lima, Marília Mendonça, Jorge e Mateus, Ivete Sangalo, Sandy e Junior, Luan Santana e até o rei Roberto Carlos estão entre os artistas que levantaram fundos para ajudar os mais necessidades em meio a pandemia.

Ajuda aos caminhoneiros

Para manter os comércios essenciais do Brasil com suprimentos, os caminhoneiros não pararam durante o coronavírus. Entretanto, várias boas notícias em apoio aos motoristas surgiram pelo país. Desde famílias que preparavam simples refeições até policiais que passavam informações sobre onde os trabalhadores poderiam encontrar ajuda.

Com o fechamento de muitos estabelecimentos a beira da estrada, os caminhoneiros ficaram reféns da solidariedade. Alguns moradores ofereceram casas para os motoristas tomarem banho, restaurantes fechados mantiveram as cozinhas para distribuição de refeições e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) criou um aplicativo com os locais abertos para os trabalhadores das estradas.

prf ajuda caminhoneiros

(FOTO: DIVULGAÇÃO/ PRF)

Super-heróis: homenagens aos profissionais de saúde

Na linha de frente ao combate ao coronavírus, os profissionais de saúde também recebem notícias boas. Diante da necessidade de manter o trabalho, vários setores se solidarizaram pelos médicos, enfermeiros, auxiliares e profissionais dos hospitais.

Pelo Brasil foram registrados hotéis que abriram as portas para receber os profissionais de saúde. Motoristas de aplicativo que fizeram corridas de graça para hospitais. E até aplausos nas janelas em todo país para homenagear os super-heróis.

(FOTO: REPRODUÇÃO)

Recuperados no Brasil

O Ministério da Saúde informou no dia 25 de abril que 29.160 pessoas já se recuperaram do coronavírus no Brasil. O número indica que quase metade dos casos no país já foram tratados.

No mundo mais de 600 mil pessoas já estão curadas!

Nova vacina pode ficar pronta em setembro

Pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, estão em uma fase avançada de testes de uma possível vacina contra o coronavírus. Os testes na população já começaram e a expectativa é que até o mês de setembro, mais de um milhão de doses sejam produzidas.

Vale destacar, que a Universidade de Oxford foi a responsável por produzir a vacina contra o vírus Ebola.

Taxista aplaudido, cada atitude importa

Pequenos gestos de amor se espalharam pelo mundo. Vários condomínios contam com avisos de pessoas que podem ajudar moradores do grupo de risco. Diversas campanhas de arrecadação se espalharam pelas redes sociais. Grupos de costureiras se uniram para distribuir máscaras caseiras a população. E o mundo nunca esteve tão solidário.

Na Espanha, uma atitude dos profissionais de saúde de um hospital surpreenderam um taxista. Durante a pandemia, o homem realizou diversas corridas de pacientes até o local, sem cobrar nada. Ao saberem da atitude, os médicos e enfermeiros do local se uniram, arrecadaram dinheiro e quando o taxista pisou dentro do hospital foi ovacionado com uma salva de palmas. Veja o momento de emoção: