Notícia Boa!

Torcedor que encontrou aliança em estádio, há 25 anos, consegue devolvê-la ao dono

Jardel Demétrio Kowalski reencontrou a aliança que estava guardada e decidiu recorrer às redes sociais para encontrar o dono

Mônica
Mônica Ferreira / Estagiária com informações da repórter Thais Travençoli e supervisão de Caroline Berticelli, da RIC Record TV
Torcedor que encontrou aliança em estádio, há 25 anos, consegue devolvê-la ao dono
(Foto: Reprodução/RIC Record TV)

13 de outubro de 2021 - 17:50 - Atualizado em 13 de outubro de 2021 - 17:52

O advogado Jardel Demétrio Kowalski, de 43 anos, é um torcedor apaixonado pelo Coritiba e frequenta o estádio do Couto Pereira há anos. Mas em um dos jogos algo diferente aconteceu, ele encontrou uma aliança com o nome Ifigênia e a data de casamento, 28 de novembro de 1987.

Segundo conta, ele ainda era estudante na na época e não lembra exatamente a data em que achou a aliança, mas sabe que foi entre os anos de 1995 e 1999.

“Sai dali das cadeiras, atendi o telefone, tinha uma lanchonete que estava sendo construída, um balcão que estava meio pronto já, me encostei no balcão, botei o telefone no ouvido e comecei a conversar, quando abaixei a cabeça eu olhei no chão e tinha uma aliança, me abaixei para pegar e coloquei ela no bolso. Logo depois que eu voltei para as cadeiras já tinha terminado o jogo, a gente estava saindo junto com o meu pai e aí foi isso, a aliança acabou ficando comigo e eu não tinha como fazer uma ação ali naquele momento para tentar devolver para o dono”,

explica Jardel.

Em entrevista à equipe do Balanço Geral Curitiba, Jardel ressaltou que na época não tinha como pedir ajuda através das redes sociais, então, ele guardou a aliança na esperança de um dia encontrar o dono.

“Desde o primeiro dia que eu encontrei a aliança pensei, ‘putz, a pessoa que perdeu essa aliança deve estar com um problemão em casa”,

brinca Jardel.

Nos últimos dias, Jardel reencontrou a aliança que estava guardada e decidiu recorrer às redes sociais. Em um grupo de torcedores do Coxa, ele escreveu: “Na aliança consta o nome da esposa Ifigênia, que deve ter ficado muito brava com o marido. A data do casamento é 28 de novembro de 1987”.

(Foto: Reprodução/RIC Record TV)

Os comentários foram muitos, até que um chamou a atenção do Jardel: “Gente, descobri. É da minha madrinha! Ifigênia, casada com Jeferson”.

Jefferson da Costa Kalkmann, de 60 anos, foi ao encontro de Jardel e ficou entusiasmado em conseguir pegar sua aliança 25 anos depois.

“É a minha aliança, é incrível essa história, depois de muito tempo, estou muito feliz. Pô Jardel essa foi demais! Eu jamais esperava que isso pudesse vir a acontecer”,

comentou Jefferson da Costa

Jefferson e Ifigênia vão comemorar 34 anos de casados no mês que vem. Eles têm uma filha, uma neta, e continuam apaixonados pelo coxa.

“Eu acabei estacionando em um lugar muito escuro e se aproximaram pessoas suspeitas, eu acabei guardando todos os meus pertences, nos bolsos, na jaqueta e vim pro campo. Me dei conta que perdi a aliança quando voltei pro carro novamente”,

Contou Jefferson

Ele ainda conta que na época sua esposa não acreditou que ele tinha ido ao campo de futebol ver o jogo.

Finalmente a aliança voltou para as mãos de Jefferson que celebrou a ela e a nova amizade.