Notícia Boa!

Rede de petshop concede dois dias de folga para funcionário que adotar um pet

Conheça a Licença PETernidade, ação de rede de petshop que atende em Maringá e todo o País para estimular funcionários a adotar um pet, podendo ser cãozinho ou gatinho

Wilame
Wilame Prado / Repórter
Rede de petshop concede dois dias de folga para funcionário que adotar um pet
Ana Caroline da Cruz Larranhaga e o Logan, seu amado cãozinho adotado. (FOTO: Arquivo pessoal)

26 de maio de 2021 - 11:08 - Atualizado em 26 de maio de 2021 - 12:26

Uma rede varejista de petshop concede dois dias de licença para o funcionário que adotar um animal de estimação. A chamada Licença PETernidade visa promover o bem-estar animal e oferecer um tempo hábil para que a pessoa se acostume com o novo bicho de estimação dentro de casa.

Camilla Alcalá, médica veterinária da Petz em Maringá, revela que a maioria dos colaboradores do petshop já tem “filhos” adotados. Agora, com o novo projeto de estímulo à adoção de cachorrinhos e gatinhos, principalmente, a expectativa é que rapidamente alguém seja o primeiro do petshop na cidade a solicitar a Licença PETernidade.

A atendente Jr. Ana Caroline da Cruz Larranhaga adotou o cachorrinho Logan no ano passado e já pensa em adotar outro animalzinho, quando terá direito à licença para melhor adaptação com o pet dentro de casa.

Ela conta que foi amor à primeira vista, desde o momento em que viu Logan disponível para adoção.

“Me apaixonei nesse carinha desde o dia em que ele chegou aqui na Petz. Sempre muito brincalhão, pegava o brinquedinho rebolando e pedindo atenção, um amor. Sabia que ele viria aqui para casa. Não foi eu quem o escolheu, foi ele quem me escolheu. Me conquistou e enche minha vida de amor”,

declara Ana Caroline.

Para conseguir o benefício, o funcionário da Petz deve notificar o RH da companhia e apresentar os documentos necessários para comprovar a adoção de um cachorro ou de um gato.

“Diferentes de uma folga ou um prêmio, esses dias de ausência no trabalho vão possibilitar que o novo tutor se dedique à chegada do pet com o foco e o cuidado merecidos. O bem-estar do animal também reflete positivamente no bem-estar dos nossos colaboradores”, disse Fernanda Fernandes, diretora de RH da Petz, em comunicado publicado no site da CNN Brasil.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.