Notícia Boa!

Mulher doa rim para ex do atual marido: “É disso que se trata o mundo: família”

A cirurgia aconteceu dois dias após o casamento

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Upsocl
Mulher doa rim para ex do atual marido: “É disso que se trata o mundo: família”
(Foto: Reprodução/AP)

7 de junho de 2021 - 14:19 - Atualizado em 7 de junho de 2021 - 14:19

Uma mulher doou um rim para a ex-esposa do atual marido dois dias após seu casamento. A americana Debby Neal-Strickland foi a única pessoa próxima compatível para doar o órgão para Mylaen Merthe, de 59 anos, na Flórida, Estados Unidos.  

Mylaen, a ex-esposa, lutava há anos contra uma doença renal, até que seus rins chegaram a apenas 8% de funcionamento. A filha dela com Jim, o ex-marido, estava prestes a se tornar mãe quando tudo aconteceu. Debby afirmou que se colocou no lugar de Mylaen e resolveu doar o órgão para que ela pudesse curtir o neto.

“Já imaginou a filha de Mylaen dando à luz e sua mãe não estando lá? Eu não poderia deixar de tentar mudar isso. Deus me disse: ‘Você é compatível e precisa fazer isso’. Quando alguém precisa de um órgão, se não o consegue, provavelmente não sobreviverá. Eu sei que é algo que você tem que fazer rapidamente”,

contou Debby em entrevista à Associated Press.

Jim Merthe, o ex-marido, e Mylaen estão divorciados há quase duas décadas, mas sempre se deram bem e criaram dois filhos. De acordo com a Upsocl, a relação continuou boa depois que Jim se apaixonou por Debby, de 56 anos.

As duas sempre se deram bem. O transplante aconteceu dois dias após o casamento de Jim e Debby porque os resultados dos exames de compatibilidade atrasaram por causa da pandemia.

“É disso que se trata o mundo: família. Temos que ficar juntos. Ela salvou minha vida ”, concluiu Mylaen Merthe.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.