Notícias

Nossa primeira batalha é contra nós mesmos, depois contra os pessimistas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

28 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 28 de novembro de 2018 - 00:00

Banco de Imagens Pixabay.jpg

“Por mais difícil que seja, precisamos nos desligar de nossos pensamentos negativos e evitar a interferência do pessimismo alheio. O silêncio é o melhor remédio contra as energias que vibram contra nossas vontades, ninguém poderá gorar o que desconhece, basta não falarmos”.

O exercício de pensar positivo sofre constante interferência dos ruídos negativos de quem só sabe reclamar. Já temos enorme dificuldade em nos livrarmos de nossos próprios pensamentos ruins que nos atrapalham, portanto, nos blindar do pessimismo alheio é necessário para que possamos seguir nossa caminhada na busca da Luz.

Como blindar-se dos negativistas? Mantendo o silêncio! Ninguém pode pensar ou falar mal de algo que desconheça. Temos o péssimo hábito de relatar nossos sonhos, nossas vontades e evidenciar nossas conquistas. Tudo vibra e tudo é energia no Universo, portanto, tudo está sujeito a captar energia boa ou ruim emanada na sua direção, cuidado!

A vida nos apresenta as pessoas certas em cada momento nosso vivido. Agradeçamos e procuremos entender o próximo, perdoando, respeitando, nos solidarizando e tendo compaixão. As pessoas que entram em nossas vidas com a mesma vibração seguirão conosco, as que não estão em sintonia, em algum momento deixarão de caminharem consoco, porém, precisamos compreendê-las para eliminar os motivos que nos ligaram, nada acontece por acaso, assim como, ninguém entra em nossas vidas por acaso.

Procuremos sempre vibrar positivo, amar e respeitar o próximo, para fazermos bons amigos e estreitarmos os laços fraternos que nos unem aqui na Terra. As pessoas boas não deixam de serem boas porque alguém lhes feriu ou humilhou, elas precisam acreditar no bem e confiarem na lei do retorno, que a vida cobrará cada ceitil de todos nós.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.