Notícias

NO RTI, BC revisa projeção para PIB de 2020 de zero para queda de 6,4%

Estadão
Estadão Conteúdo

25 de junho de 2020 - 09:48 - Atualizado em 25 de junho de 2020 - 09:48

Na esteira dos impactos da pandemia do novo coronavírus sobre a economia brasileira, o Banco Central promoveu nesta quinta-feira, 25, forte corte em sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. A expectativa para a economia este ano passou de zero (0,00%) para retração de 6,4%. A nova estimativa consta no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado pela manhã.

Entre os componentes do PIB para 2020, o BC alterou de alta de 2,9% para 1,2% a projeção para a agropecuária, o único que ainda apresenta projeção positiva. No caso da indústria, a estimativa passou de -0,5% para -8,5% e, para o setor de serviços, de zero para -5,3%.

Do lado da demanda, o BC reduziu a estimativa do consumo das famílias, de +0,8% para -7,4%. No caso do consumo do governo, o porcentual projetado foi mantido em +0,2%.

O documento agora divulgado indica ainda que a projeção de 2020 para a Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) – indicador que mede o volume de investimento produtivo na economia – foi de -1,1% para -13,8%. Todas as estimativas anteriores constavam do RTI divulgado em março.

2º trimestre

O Banco Central reafirmou por meio do RTI que “indicadores recentes sugerem que a contração da atividade econômica no segundo trimestre será ainda maior”. De acordo com o BC, “prospectivamente, a incerteza permanece acima da usual sobre o ritmo de recuperação da economia ao longo do segundo semestre deste ano”.

Estas avaliações já constaram na ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada na terça-feira, 23. Ao avaliar o Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2020, o BC repetiu que o resultado “confirmou a sua maior queda desde 2015, refletindo os efeitos iniciais da pandemia”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.