Notícias

“Não podemos desanimar”, diz empresário que teve restaurante destruído em incêndio no PR

Prejuízo de R$ 40 mil após incêndio destruir completamente um restaurante no município de Guairaçá.

Wilame
Wilame Prado / Repórter
“Não podemos desanimar”, diz empresário que teve restaurante destruído em incêndio no PR
Restaurante totalmente destruído após incêndio em Guairaçá. (FOTO: Corpo de Bombeiros)

26 de abril de 2021 - 13:44 - Atualizado em 26 de abril de 2021 - 13:48

“Já estou mexendo um feijãozinho aqui em casa. Não podemos desanimar”, revelou Adelmo Vagner, empresário de 49 anos que teve um prejuízo de aproximadamente R$ 40 mil após ver o seu restaurante ser tomado pelas chamas no domingo (25), em Guairaçá, município da região Noroeste do Estado.

A reportagem do RIC Mais entrou em contato com ele nesta segunda-feira (26) pela manhã, quando o dono do restaurante revelou que já estava trabalhando com o preparo de marmitas, para atender contratos que tem com empresas de Paranavaí e de Maringá.

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil atenderam a ocorrência. Ninguém ficou ferido no incêndio, mas as chamas destruíram praticamente tudo o que tinha no restaurante. 

O empresário revela que perdeu freezer, geladeira, fogão, fornos, buffet, exaustor, mesas, cadeiras, câmeras de segurança e um climatizador. “O dono do imóvel tinha seguro, mas eu não consegui fazer seguro dos equipamentos do restaurante, infelizmente.”

Curto-circuito

A suspeita é que tenha havido um curto-circuito na fiação do restaurante, um dos mais tradicionais do município de cerca de 7 mil habitantes. As chamas começaram em cima do forro, segundo relato de Adelmo, que estava com mais duas funcionárias no local no momento em que o incêndio começou.

“A perícia foi até o local, e a maior suspeita é mesmo de curto-circuito. Antes disso, a cidade toda sofreu com pelo menos três picos de energia no domingo de manhã”,

disse o empresário.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.