Notícias

Não perderemos nosso brilho ajudando as pessoas brilharem

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

9 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 9 de novembro de 2018 - 00:00

Banco de Imagens Pixabay.jpg

“A chama de uma vela não se apagará ao acender o pavio de outra, assim como, não perderemos nosso brilho ao espargimos a luz da nossa centelha divina para iluminar e ajudar outras pessoas a brilharem.”

Não se combate o incêndio com fogo, apenas a água poderá cessá-lo. Não se combate o ódio com mais ódio, apenas o amor extinguirá o ódio. A escuridão não expulsa a escuridão, apenas a luz o fará, porque a luz não tem sombra, simplesmente brilha, simplesmente é luz.

A sombra que projetamos nas coisas e nas pessoas tem origem no nosso pensamento e lamentações. Apesar de ser difícil exercitar, deveríamos encontrar um motivo de agradecimento, para cada momento que sentirmos vontade de lamentarmos, seja qual for o motivo desta lamentação.

Quando entendermos que somos apenas o invólucro da centelha divina que anima nossa vida, que podemos brilhar em qualquer lugar, deixaremos de pensar no destino e nos importaremos mais em apreciar a viagem terrena que estamos empenhando, vivendo melhor cada momento, com mais luz e menos sombra, com mais otimismo e menos pessimismo.

Tão importante quanto encontrarmos nossa centelha divina, é espargir a luz e atingir os corações das pessoas que cruzam nosso caminho. Se alguém cruzou nosso caminho, apenas passagem, é porque assim era para ser, carregaremos nos corações todos, porém, poucos seguirão de mãos dadas conosco.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.