Notícias

Não há pressa em desobrigar uso de máscaras, diz Queiroga sobre pedido de Bolsonaro

Reuters
Reuters
Não há pressa em desobrigar uso de máscaras, diz Queiroga sobre pedido de Bolsonaro
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante cerimônia no Palácio do Planalto

5 de julho de 2021 - 11:07 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 11:10

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira de manhã que “não há pressa” em desobrigar o uso de máscaras em meio à pandemia de Covid-19 no Brasil e destacou que a medida será adotada com base na ciência.

Há quase um mês, o presidente Jair Bolsonaro disse que o ministro iria emitir um parecer para liberar o uso da proteção facial para pessoas já vacinadas ou que já contraíram a doença, mesmo diante do alto índice de contaminação e mortes por Covid no país e da demora no avanço da vacinação.

O presidente também disse na ocasião, de forma errada, que pessoas já vacinadas contra a Covid não transmitem a doença. Especialistas nacionais e internacionais de saúde afirmam o contrário e recomendam a manutenção do uso de máscara mesmo após a vacinação.

“Primeiro é necessário fazer um estudo científico. Depois que vem o estudo, aí o parecer é emitido. Não há pressa para se fazer isso. Isso tem que ser feito com base na ciência, o que temos defendido de forma reiterada”, disse Queiroga quando indagado por jornalistas sobre o assunto.

“O Departamento de Ciência e Tecnologia, da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos está trabalhando com essa solicitação que foi feita pelo presidente da República”, acrescentou.

A manifestação de Queiroga ocorreu após ele ter visitado uma unidade de saúde de Brasília em que vacinou contra a Covid-19 ministros do governo, como o titular da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH640HI-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.