Notícias

Município do Rio interrompe vacinação contra Covid-19 por falta de imunizantes

Reuters
Reuters
Município do Rio interrompe vacinação contra Covid-19 por falta de imunizantes
Com cancelamento do carnaval, Sambódromo vem sendo usado como posto de vacinação

15 de fevereiro de 2021 - 10:05 - Atualizado em 15 de fevereiro de 2021 - 10:10

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A cidade do Rio de Janeiro vai suspender a partir de quarta-feira a vacinação contra Covid-19 por falta de vacinas, disseram representantes da prefeitura nesta segunda-feira.

A vacinação será suspensa até que chegue uma nova remessa de imunizantes. A expectativa é que novos lotes cheguem até a semana que vem.

A cidade já vacinou mais de 240 mil pessoas e chegou a antecipar o calendário para imunizar mais idosos em fevereiro.

“Estamos aguardando novas doses do Butantan na semana que vem e voltamos ao calendário original”, disse a jornalistas o secretário de Saúde, Daniel Soranz.

“Recebi a notícia de que não chegaram novas doses… Hoje vacinamos pessoas de 84 anos e amanhã de 83. Estamos prontos e já vacinamos 244.852 pessoas. Só precisamos que a vacina chegue. Nova leva deve chegar do Butantan na próxima semana”, adicionou o prefeito Eduardo Paes, em uma rede social.

Na semana passada, a prefeitura já havia alertado que os estoques poderiam zerar nesta semana.

A cidade tem em estoque vacinas para segunda dose daqueles que já foram imunizados e aguarda a nova remessa para retomar a imunização de idosos.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1E0KT-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.