Mundo Animal

Dezenas de cães são resgatados de criadouro clandestino em Sarandi

Eram tantos animais que a ONG demorou 4h30 para retirar todos os cães  do criadouro com segurança

Gabriel
Gabriel Trevisan
Dezenas de cães são resgatados de criadouro clandestino em Sarandi
Foto: Lemuel Rodrigues

30 de setembro de 2020 - 17:47 - Atualizado em 30 de setembro de 2020 - 17:47

Após denúncia anônima de uma pessoa que comprou um animal em um criadouro ilegal em Sarandi, a Organização Não Governamental (ONG) Salvando Vidas, de Maringá, resgatou mais de 40 cães na tarde desta quarta-feira (30).

Entre os animais resgatados estão cães adultos e filhotes de diversas raças, como spitz alemão, pastor alemão, shitzu, york terrier, beagle e husky siberiano. Algumas das cachorras resgatadas ainda estavam prenhas e outras com filhotes com aproximadamente sete dias.

Segundo uma publicação do coordenador da ONG, Lemuel Rodrigues, todos os cães eram de raça, porém o criadouro cobrava mais barato pelos animais por não terem registro e pedigree.

Segundo investigações, o criadouro estava ativo há pelo menos dois anos no quintal de uma residência de Sarandi e estava em péssimas condições de uso.

Eram tantos animais trancafiados que foram necessárias horas para retirar todos do criadouro com segurança

“Os animais viviam para procriar em espaços minúsculos e presos. Foram 4h30 [de trabalho] para enfim conseguirmos realizar a retirada dos animais”, afirmou Rodrigues em uma publicação nas redes sociais.

Todos os animais foram resgatados e levados a um abrigo. Agora, a ONG encaminhou à Justiça um pedido de guarda dos cães, para posteriormente colocá-los para adoção.

A ação teve apoio de equipes da Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Fazenda, da Sociedade Protetora dos Animais de Sarandi, da Guarda Municipal e da Prefeitura de Maringá, que colaborou com o transporte dos animais.