Mundo Animal

Jovem conta detalhes do resgate do cachorro Cajú: “momento muito emocionante”

Cajú foi encontrado na tarde deste sábado (8), em uma área do Morro do Anhangava, em Quatro Barros, na região metropolitana de Curitiba

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Jovem conta detalhes do resgate do cachorro Cajú: “momento muito emocionante”
Foto: reprodução do Instagram

9 de agosto de 2020 - 12:39 - Atualizado em 13 de agosto de 2020 - 20:42

O desejo de comemorar o dia dos pais ao lado do cachorro Cajú não poderia ter um desfecho melhor para os tutores Pedro e Lurryan, que estavam há nove dias em busca do filho de quatro patas que desapareceu após um acidente da família na BR-116, quando iam de Florianópolis para São Paulo no dia 30 de julho de 2020.

Cajú foi encontrado na tarde deste sábado (8), em uma área do Morro do Anhangava, em Quatro Barros, na região metropolitana de Curitiba, há aproximadamente 8 quilômetros de onde o acidente aconteceu.

No último ano de medicina veterinária, Luísa Gatti foi a jovem responsável por encontrar o cachorro Cajú. Acaso ou destino, o animal parece ter “caído” nas mãos certas para o ajudar no trajeto de volta pra casa.

Cachorro Cajú: um final feliz pra comemorar

No momento do reencontro, Luísa sabia exatamente o que fazer pra se aproximar de Cajú com cautela necessária que um cão assustado e desconfiado exige.

Os vídeos enviados pela estudante mostram o momento que Cajú aparece na região da cabana de sua família, localizada na região do Anhangava, há 200 metros do estacionamento principal que dá acesso ao morro.

Cachorro Cajú
Foto: reprodução do Instagram

Desconfiado, a aproximação exigiu atenção, paciência, cautela e claro, uma linguiça, pois ninguém é de ferro, não é mesmo?

“Pela manhã vimos esse cachorro passar enquanto tomávamos café na varanda. A gente tentou chamar, vimos que ele estava de coleira, mas ele não se aproximou da gente na hora. Enviamos uma foto no grupo dos vizinhos pra ver se era de alguém. Fiquei com aquilo na cabeça até que eu me dei conta, vendo o stories de uma amiga da veterinária, o vídeo do Cajú. Na hora liguei os pontos, mostrei pro meu pai e logo chegamos a conclusão que tinha que ser ele. Era muito parecido”.

Após nove dias incansáveis de buscas com o apoio de drones, cartazes, carro de som, cão farejador e até a Polícia Civil do Paraná, o caminho de volta para os braços de Pedro e Lurryan estava cada vez mais perto.

cajú e donos
Foto: reprodução do Instagram

De acordo com Luisa, ela percorreu o caminho da floresta por onde viu o Cajú passar pela manhã, e não demorou muito para que ouvisse um barulho em meio aos galhos e árvores: lá estava ele, desconfiado, dando o ar da graça.

Nas gravações é possível ouvir o momento que Luisa chama Cajú pelo nome e vai, aos poucos, ganhando a sua confiança para uma aproximação.

“Ele tava muito medroso. Tava machucado, muito magro. A gente foi falando com ele, chamando… até que ele chegou mais perto e aceitou a linguiça que meu pai trouxe para o atrair, e assim fomos levando ele pra mais perto do caminho de volta”, relembrou a jovem.

A recompensa é a boa ação

Após contatar os tutores do cachorro Cajú, faltava pouco pro final mais esperado dos últimos dias.

“Nessa correria deu tudo certo, eles chegaram, era o Cajú mesmo. Foi um momento muito emocionante. Foi um momento muito feliz. Eu fiquei muito agradecida por poder fazer essa boa ação e estar presente nesse reencontro deles”, celebrou a estudante de veterinária.

Sobre a recompensa de R$ 2 mil oferecida para quem encontrasse o Cajú, Luisa não parece ter pensado em aceitar meia vez sequer.

“Não aceitei a recompensa. O coração falou que a boa ação que estava paga não é mesmo? E além disso eles se comprometeram em doar esse valor pra uma instituição de apoio aos animais. Final feliz em muitas partes”.

Assista abaixo alguns momentos do resgate do cachorro Cajú: