Lucas
Lucas Sarzi

30 de junho de 2020 - 22:22

Atualizado em 30 de junho de 2020 - 22:22

Mundo Animal

Família Bolsonaro adota cachorro, mas ele tinha dono e é devolvido

Família Bolsonaro adota cachorro, mas ele tinha dono e é devolvido
Foto: Reprodução/Instagram.

A família Bolsonaro virou assunto nas redes sociais nesta terça-feira (30) por causa do Augusto. Mas não se assuste, não é nenhum escândalo político não: o Augusto é um cachorro que tinha sido adotado pela família do presidente da República, mas que Michelle Bolsonaro, a primeira-dama, descobriu ter dono.

O animal tinha sido resgatado dos fundos do Palácio do Planalto no dia 18 de junho. Ele passou um dia num lar temporário, pois um funcionário da presidência tentou descobrir se tinha dono, e só então foi para o Palácio do Planalto.

O cachorro, que foi chamado de Augusto, acabou ficando famoso nas redes sociais depois que a primeira-dama criou um Instagram para ele. A partir de então, com a repercussão da adoção no Palácio do Planalto, o dono do cão conseguiu encontrá-lo.

Augusto, que na verdade se chama Zeus, foi devolvido aos donos nesta terça-feira. Enquanto isso, o cão virou motivo para opositores do presidente fazerem piada nas redes sociais e a hashtag #BolsonaroLadrãoDeCachorro acabou sendo o assunto mais comentado no Twiiter.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro, que chegou a se considerar “mãe” de Augusto nas redes sociais, explicou a situação e comentou que a família sempre soube que o cão poderia ter dono e que essa pessoa poderia aparecer. “Mas ele foi um bom amigo, um ótimo amigo”, disse ela nas redes sociais.

augusto-cachorro-bolsonaro-2
Foto: Reprodução/Instagram.