Mundo Animal

Arara-azul: ameaça de extinção, características e habitat

A Arara azul está em ameaça de extinção. Hoje você vai conhecer as principais características da ave, o comportamento deste animal, onde vive e mais.

Larissa
Larissa em parceria com Luana Fogaça. Especial e exclusivo para o RIC Mais
Arara-azul: ameaça de extinção, características e habitat

8 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 11:47

Resumo da matéria

  • De nome científico Anodorhynchus hyacinthinus, a arara-azul, ou arara-azul-grande, é uma espécie de arara que se destaca por suas coloração. A ave se alimenta normalmente de castanhas de acuri e bocaiuva, duas espécies de palmeiras e vivem em ninhos, normalmente feito em partes ocas de árvores ou em paredões rochosos. Embora o aumento do número de indivíduos seja significativo, a arara-azul ainda é uma espécie considerada ameaçada de extinção em razão da baixa taxa de natalidade, da falta de cavidades para reprodução, da destruição do habitat natural por causa da coleta de ovos e filhotes para tráfico.

A Arara-azul é um dos animais mais conhecidos e admirados do Brasil.

Muitos sonham em um dia poder conhecer uma de perto, mas infelizmente a ave está em ameaça de extinção.

Hoje você vai conhecer as principais características o comportamento deste animal, onde vive, o que come e mais sobre a ave. Confira!

Características da arara-azul-grande

De nome científico Anodorhynchus hyacinthinus, a arara-azul, ou arara-azul-grande, é uma espécie de arara que se destaca por suas penas na coloração azul.

Além desta tonalidade, a parte inferior das asas é preta e na cabeça a ave possui um anel amarelo ao redor dos olhos.

Seu bico é grande e curvo, perfeito para auxiliar na alimentação e defesa do animal.

Outra característica pouco conhecida da arara-azul é que:

  • Ela é o maior entre os psitacídeos (papagaios, periquitos, araras e maritacas).;
  • Mede aproximadamente 1 metro da ponta do bico até a ponta da cauda, chegando a pesar até 1,3kg;
  • Segundo a WWF a espécie pode ser encontrada em 12 estados brasileiros: AP, BA, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PI, SP, TO, AM.

Arara-azul-de-lear e outras espécies

No grupo das araras-azuis existem outras várias espécies que têm a mesma coloração. As principais são:

  • Ararinha-azul;

Essa espécie é de menor tamanho e possui um tom de azul mais claro na parte da cabeça, com nome científico Cyanopsitta spixii. Atualmente ela se encontra extinta na natureza.

Ararinha-azul
Foto: Hypeness
  • Arara-azul-de-lear;

Essa espécie é um pouco menor que a arara grande e possui um tom esverdeado na parte da cabeça e pescoço, com nome científico Anodorhynchus leari. Atualmente ela se encontra em tendência de aumento na natureza, devido aos programas de preservação.

Arara-azul-de-lear
Foto: Casa dos Pássaros
  • Arara-azul-pequena.

Essa espécie possui muitas das características da arara-azul-de-lear, Anodorhynchus glaucus. Atualmente ela se encontra extinta na natureza.

arara-azul-pequena
Foto: Mascotarios

Comportamento e hábitos

Essas aves são muito sociáveis e, portanto, são normalmente encontradas em pares ou grupos.

Além disso, a arara-azul é um animal monogâmico, formando casais que permanecem unidos, inclusive fora da época de reprodução.

Os pares costumam dividir tarefas entre si, como os cuidados com os filhotes e o ninho onde vivem, normalmente feito em partes ocas de árvores ou em paredões rochosos.

arara-azul-em-ameaca-de-extincao-conheca-mais

A fêmea normalmente bota de um a três ovos e os choca por aproximadamente um mês.

Neste período o macho fica responsável por trazer alimento para a fêmea, cumprindo com a divisão das tarefas.

Após o nascimento do filhote, a separação só acontece após cerca de 12 ou 18 meses.

A arara-azul se alimenta normalmente de castanhas de acuri e bocaiúva, duas espécies de palmeiras.

Por que a arara-azul está em extinção?

A WWF afirma que apesar da ave ser um dos símbolos do país, ela sofre ameaça de extinção. Segundo a organização:

“Embora o aumento do número de indivíduos seja significativo, a arara-azul ainda é uma espécie considerada ameaçada de extinção em razão da baixa taxa de natalidade, da falta de cavidades para reprodução, da destruição do habitat natural por causa da coleta de ovos e filhotes para tráfico.

A ave continua na lista de animais vulneráveis de 2003 do Ministério do Meio Ambiente. Por isso, o acompanhamento é constante.”

Gostou de saber mais informações sobre esta ave? Então compartilhe com os amigos e família e deixe seu comentário!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.