Notícias

Conheça 8 animais bizarros espalhados pelo mundo

A diversidade no mundo animal pode parecer assustadora e medonha; confira!

Carol
Carol Machado / Produtora
Conheça 8 animais bizarros espalhados pelo mundo

27 de outubro de 2021 - 14:43 - Atualizado em 27 de outubro de 2021 - 14:44

O mundo animal é repleto de surpresas. A diversidade é enorme e existem algumas espécies que nem todo mundo conhece. O RIC Mais separou alguns animais exóticos que vivem na natureza e que talvez você não conheça. Confira a seleção com oito deles:

Sapo-de-vidro

(Imagem: Reprodução)

Os sapos são criaturas comuns que vemos no nosso cotidiano, Já o sapo-de-vidro é uma espécie diferente. É possível encontrá-lo nas florestas da América Central e do Sul. Eles têm uma pele transparente e dá até para ver seus órgãos.

Axolote

(Imagem: Reprodução)

Alguns animais conseguem ser bizarros mas são fofos. Esse é o caso do Axolote, uma salamandra rara, que vive nos canais do México. Apesar de parecer pequeno, ele tem um poder: regenerar seus membros.

Peixe-gota

(Imagem: Reprodução)

O peixe-gota parece uma mistura de humano com gosma. Ele foi eleito o animal mais feio do mundo. A espécie vive no Oceano Pacífico e corre risco de extinção.

Rato-toupeira-pelado

(Imagem: Reprodução)

A espécie do rato-toupeira-pelado vive mais do que qualquer outro roedor e chega aos 30 anos. Eles são altamente resistentes a dor e podem ficar até 18 minutos sem oxigênio. Além disso, vive em colônias. Os especialistas descobriram que cada colônia possui um dialeto próprio. Ele pode ser encontrado na Somália, Etiópia central e muito do norte e leste do Quênia.

Macaco-narigudo

(Imagem: Reprodução)

Os macacos-narigudos vivem nas florestas tropicais do Bornéu, no Oceano Índico. Esses mamíferos possuem uma pelagem de cor acastanhada, podendo ter entre 60 cm e 70 cm de altura e pesar cerca de 20 kg. Segundo os especialistas, quanto maior for o nariz de um macaco-narigudo, maior será a possibilidade de ele ter um grande harém com várias fêmeas.

Caranguejo-aranha-gigante

(Imagem: Reprodução)

O caranguejo-aranha-gigante vive no Oceano Pacífico. O animal pode medir mais de 3 metros de comprimento e pesar quase 20 kg e é considerado o maior artrópode de planeta.

Peixe-morcego de lábios vermelhos

(Imagem: Reprodução)

O peixe-morcego dos lábios vermelhos vive no Oceano Pacífico. Ele costuma ficar imóvel no fundo do oceano, possui 25 centímetros de comprimento e se alimenta de pequenos invertebrados que vivem no fundo do mar.

Tubarão-duende

(Imagem: Reprodução)

O tubarão-duende é raramente visto pois vive nas profundezas do mar, em torno de 1.300 m. Uma das características físicas que mais chamam a atenção nessa espécie é sua mandíbula protuberante. O animal pode chegar a medir 3,5 m. Apesar de assustador (e muito feio) o tubarão não apresenta perigo para os humanos. Contudo, até o momento, não há relatos oficiais de qual é a dieta, mas tudo indica que sua alimentação seja moluscos, peixes e crustáceos.