Mundo Animal

Ação solidária arrecada ração para mais de 100 cães abandonados em Campo Magro

A aposentada cuida dos animais com todo amor e carinho, mas está enfrentando dificuldades financeiras; saiba como ajudar ou adotar!

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Ação solidária arrecada ração para mais de 100 cães abandonados em Campo Magro
Foto: Divulgação

12 de junho de 2020 - 17:38 - Atualizado em 12 de junho de 2020 - 18:01

A moradora de Campo Magro, na Grande Curitiba, Elizete Tonassi mudou sua vida e a de inúmeros cachorros abandonados quando resolveu acolhê-los em sua residência. São 130 animais entre adultos e filhotes que ela cuida com todo amor e carinho, mas apesar de toda boa vontade do mundo, a protetora tem encontrado dificuldade para manter financeiramente tantos cãezinhos

Elizete, que não é ligada a nenhuma Organização Não-Governamental (ONG), explica que pagar por medicamentos, vacinas, castração e, principalmente, ração para alimentar a matilha está cada vez mais difícil, já que ela depende apenas da aposentadoria de seu falecido marido

“Eu moro com meu filho mais novo que agora está desempregado e a gente está passando por bastante dificuldade para manter os animais. A maioria deles são velhinhos, são bichinhos que tem todo amor do mundo para dar, mas não é com qualquer um que eles se adaptam porque cresceram aqui”, explica. 

Vivendo há 20 anos no mesmo local, ela conta que alguns dos cães resgatou das ruas, mas que agora, as pessoas têm costume de abandonar animais na sua porta ou nas proximidades.

“A gente não tem mais onde recolher. Eu sou sozinha para cuidar e não temos mais condições, mas ao mesmo tempo, ficamos morrendo de dó dos animais e acabamos recolhendo. Eu estou com uma cadela que soltaram aqui parindo, aí nasceram sete filhotinhos, por exemplo. Como eu ia deixar o animal parir na rua, atrás de uma árvore?”. 

Amante dos animais

O amor da cuidadora pelos bichos começou desde cedo. Vinda do interior do Paraná, Elizete lembra que na sua infância as pessoas tratavam os animais de estimação com mais frieza e, por isso, não eram raras as vezes em que escondia cachorros em sua casa, para garantir que ninguém pudesse fazer mal a eles

Aos 12 anos, ela mudou de cidade com sua família e as famosas carrocinhas se converteram em seus inimigos. “Eu vivia com o meu rosto todo mordido porque eu me atirava em cima do animal, na frente do laçador, para não deixar levar os cachorros embora”, recorda.

“São bichos sem maldade, se não existe um ser humano na terra para defender eles, fica muito difícil. Eles sentem fome, sentem sede, sentem frio, sentem dor e também sentem falta de amor e carinho. São seres vivos e eles têm muito amor para dar. Um amor incondicional”, declara Elizete, que além dos cães tem ainda nove gatos salvos das ruas.

Ação solidária

A história da protetora foi descoberta depois que o estilista Edson Eddel entrou, por engano, na rua da residência que também serve de abrigo os cães. Ao ver tantos animais, ele parou para perguntar porque eles estavam lá e ficou tocado com a dedicação voluntária de Elizete. 

A partir daí, Eddel iniciou uma campanha de arrecadação de alimentos para ajudar. Além de criar um personagem chamado DellCão e gravar vídeos incentivando doações, o estilista também doou uma jaqueta bordada e assinada por ele para ser trocada por 500 kg de ração.

Edson Eddel e Elizete Tonassi com alguns dos cães resgatados. (Foto: Divulgação)

A jaqueta customizada pode ser trocada por 20 sacos de ração de 25 quilos cada. “Eu estou trocando essa jaqueta por 20 sacos de ração de 25 quilos, que no Rei dos Animais custa R$ 58 cada. Uma jaqueta dessas, eu vendo por R$ 1.800”, ressalta o voluntário. Veja detalhes da peça no vídeo:

A movimentação chamou a atenção de outros amantes dos animais e na próxima semana todos os cãezinhos irão receber um tratamento especial voluntário. Além do banho, tosa e outros cuidados, os cachorros irão “posar” para uma sessão de fotos que serão divulgadas com o objetivo de sensibilizar as pessoas para adoção e incentivar a arrecadação de doações

Como ajudar?

Quem tiver interesse em ajudar com qualquer quantidade de ração, serviço ou mesmo adotar um cãozinho – pode entrar em contato com o estilista Edson Eddel pelo WhasApp 41. 99181-9649. Também é possível fazer sua contribuição diretamente na loja Rei dos Animais, na Rua XV de Novembro, 3188, no Alto da XV, em Curitiba, que também apoia a causa.

Cerca de 15 cães filhotes e adolescentes também estão disponíveis para adoção voluntária: