Notícias

Mulher tem olho deslocado de tanto apanhar do marido com taco de beisebol

 

A vítima não resistiu aos ferimentos e veio a óbito

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Metrópoles
Mulher tem olho deslocado de tanto apanhar do marido com taco de beisebol
A vítima não resistiu aos ferimentos e veio à óbito. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

10 de maio de 2021 - 09:54 - Atualizado em 10 de maio de 2021 - 09:54

Larissa Pereira do Nascimento, de 22 anos, foi espancada até a morte com um taco de beisebol na madrugada deste domingo (9), em Itapoã, no Distrito Federal. O agressor seria João Paulo de Moura Sousa, de 23 anos, companheiro da vítima

A violência dos golpes foi tão grande que um dos olhos de Larissa estava fora da cavidade ocular quando o corpo, que apresentava múltiplas lesões, foi encontrado. O suspeito fugiu do local mas foi preso ainda no domingo, quando foi encontrado na casa do pai, onde estava escondido. Ele deve responder por feminicídio. 

Segundo o Metrópoles, pelo menos três vizinhos que depuseram na 6° Delegacia de Polícia em Paranoá contaram ter ouvido gritos de socorro vindo da casa onde o casal estava. A Polícia Militar foi chamada duas vezes, mas a mãe do agressor, que também estava no local, teria dito aos agentes que estava tudo bem. A mulher também será investigada.

Ainda de acordo com a oitiva das pessoas que moravam perto do casal, já na manhã de domingo, João Paulo sentou-se com a mãe e o irmão na calçada e admitiu ter tirado a vida de Larissa de forma covarde. Como consta no boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, ele teria dito: “Mãe, ela está morta, eu matei ela, mas não quero ir preso”, disse o agressor. O Corpo de Bombeiros só foi acionado às 10h20.