Notícias

Mulher é morta a facadas dentro de casa em Araucária; ex-marido é o principal suspeito

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Mulher é morta a facadas dentro de casa em Araucária; ex-marido é o principal suspeito
Mulher é morta a facadas dentro de casa em Araucária; ex-marido é o principal suspeito. (Foto: reprodução das redes sociais)

29 de maio de 2019 - 00:00 - Atualizado em 29 de maio de 2019 - 00:00

Nesta quarta-feira (29), uma mulher foi morta a facadas dentro de casa em Araucária, na região metropolitana de Curitiba. Até o momento, o ex-marido da vítima é o principal suspeito do crime.

Mulher é morta a facadas dentro de casa em Araucária

Mirian Olech, de 50 anos, deixa um companheiro e quatro filhos. De acordo com pessoas próximas da vítima, ela era uma pessoa divertida, e buscava constantemente pelo amor verdadeiro.

Em suas redes sociais, a primeira mensagem que aparece é: “quero encontrar um amor verdadeiro, sincero e honesto…… será que ainda.. existe…..?”

Vítima denunciaria ex-marido minutos antes da morte

Nesta manhã, enquanto ela se preparava para ir a delegacia para registrar um boletim de ocorrência contra o ex-marido, o inesperado aconteceu.  Identificado como Airton José, o homem pulou o muro da residência da vítima e logo na sala a esfaqueou até a morte.

Homem pulou o muro da residência da vítima e logo na sala a esfaqueou até a morte. (Foto: Tiago Silva, da RIC TV | RECORD TV)

Homem pulou o muro da residência da vítima e logo na sala a esfaqueou até a morte. (Foto: Tiago Silva, da RIC TV | RECORD TV)

Segundo Fátima, amiga de Mirian, ela sempre ajudava o suspeito na limpeza do seu comércio. “Ele sempre brigava com ela. Eu sempre dizia pra ela ir na delegacia dar parte deste homem, pra ela não brincar com a sorte. Mas aí olha o que acontece… ela achou que ele não ia chegar a tanto. Hoje tá desse jeito”.

Ainda conforme Fátima, o suspeito já havia batido em Mirian, mas ela teria revidado. “Ela estava indo hoje de manhã procurar a polícia. Ontem ele entrou na casa dela. Ela me contou. Ela disse que quando viu ele já estava dentro da casa dela, e ela quase morreu de susto. Ela quis por ele pra fora, e ele tomou o celular dela”, contou Fátima.

Atual namorado soube da morte pela enteada

Carlinhos, atual companheiro da vítima, contou ao repórter Tiago Silva, da RIC TC | RECORD TV, que conversou com Mirian minutos antes de tudo acontecer.

“Eu estava trabalhando hoje cedo. Liguei cinco vezes pra ela. Estava tudo bem… Falei com ela era 7h56, mas depois a filha dela me ligou dizendo que tinha acontecido uma tragédia, que tinham matado a mãe dela”.

Suspeito não aceitava o relacionamento atual da vítima

Segundo Carlinhos e amigas de Mirian, o ex-marido da vítima não aceitava o atual relacionamento. “A gente se conhecia desde piá. Eu conheço ele, ele nunca valeu nada. Ele espancava muito a ex-mulher dele. E daí agora a gente estava muito feliz, super feliz. Ela é uma pessoa divertida. Ela disse que não queria mais ele porque ele humilhava ela, no celular dela tem várias fotos das coisas que ele dizia. Tem mensagens dele falando pra ela ir pra casa dele pra trabalhar. Ele não queria uma mulher, queria uma empregada“.

Mirian Olech, de 50 anos, deixa um companheiro e quatro filhos. (Foto: reprodução das redes sociais)

Mirian Olech, de 50 anos, deixa um companheiro e quatro filhos. (Foto: reprodução das redes sociais)

Suspeito está foragido

Identificado como Airton José, também conhecido como “martelo”, o suspeito já estava apresentando sinais de agressividade a alguns dias.

Conforme Laurinha, amiga e principal testemunha da morte de Mirian, o homem pulou o muro e disse: “agora você vai ter o que merece”. “Eu corri pedir socorro. Fui na vizinha, eles ligaram para a polícia, mas quando nos vimos ele passou correndo cheio de sangue, e quando entramos na casa ela já estava morta”.

Até o momento, a suspeita é que Airton tenha fugido para Contenda, na região metropolitana, onde tem um sítio em uma região afastada. Além disso, Airton possui um golf antigo na cor preta, que pode ter sido usado na fuga.

Veja reportagem completa!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.