Notícias

Polícia Civil confirma que mulher encontrada morta em Cascavel sofreu abuso sexual

Vítima foi encontrada caída dentro da própria casa; filho estava chorando enrolado em vários cobertores

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem RIC Record TV, Oeste
Polícia Civil confirma que mulher encontrada morta em Cascavel sofreu abuso sexual
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

15 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:28

A Delegacia de Homicídios (DH), da Polícia Civil de Cascavel, segue investigando o caso da mulher que foi encontrada morta dentro de casa, na Vila Cajati, com perfurações de arma branca. Na residência também foi encontrado o filho da vítima, de apenas 10 meses, que estava enrolado em cobertores. O crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (14), na área rural da cidade.

Neste sábado (15), a DH divulgou uma nota oficial informando detalhes sobre as investigações.

Vítima foi abusada sexualmente

O homicídio foi registrado na área rural de Cascavel. A vítima morava com o filho, o marido e o cunhado, entretanto na manhã desta sexta-feira Andressa estava apenas com a criança na casa. O conjunto residencial é formado por aproximadamente 45 casas, próximo a uma empresa de ovo.

De acordo com a polícia, um homem chegou à residência a pé e cometeu o crime dentro do local. Andressa foi encontrada morta com golpes de faca e, de acordo com informações deste sábado (15), foi abusada sexualmente.

Preliminarmente, a polícia havia informado que um celular de Andressa havia sido roubado, entretanto, o aparelho foi encontrado dentro do imóvel.

A DH busca por mais informações para localizar o suspeito. Até a manhã deste sábado (15) ninguém havia sido preso. Confira a nota na íntegra:

“Com relação à morte de Andressa Brito de Souza de Lima ocorrida na manhã de ontem na Cajati, a Delegacia de Homicídios de Cascavel informa que desde o conhecimento do crime os investigadores e peritos iniciaram os seus trabalhos para a apuração dos fatos.

A vítima se encontrava caída no corredor próximo a porta do banheiro, semi nua, e com cortes profundos no pescoço feitos por arma branca.

No quarto, na cama, havia uma criança de aproximadamente 10 meses com uma lesão na cabeça, e encoberta por vários cobertores dificultando a sua localização. A criança foi encaminhada para tratamento médico.

No local dos fatos foram coletados fragmentos papiloscopicos para auxiliar no procedimento investigatório .

Foi apurado que o autor, após o cometimento do crime, tentou se evadir do local com o veículo da vítima, mas teve sua tentativa frustrada ao bater e enroscar o veículo ainda na garagem da residência.

Após o trabalho do perito médico do IML, foi constatado que houve abuso sexual contra a vítima.

Inicialmente havia a suspeita do autor ter se evadido do local com o celular da vítima, porém o celular foi encontrado dentro da residência.

A Delegacia de Homicídios de Cascavel continua procurando o suspeito desses crimes, e até o momento não houve interrogatório e detenção de qualquer suspeito. Foram coletados depoimentos e materiais para perícia.

Qualquer informação ou denúncia sobre os fatos podem ser repassados de forma anônima nos telefones 197 da Polícia Civil, ou 99909-3842 que é o celular de plantão da Delegacia de Homicídios de Cascavel.”

Confira mais detalhes sobre o caso: