Notícias

Mulher encontrada dentro de guarda-roupa em Cascavel morreu por asfixia, diz MP

Acusado foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por Homicídio Qualificado com quatro agravantes

Aline
Aline Cristina / Repórter
Mulher encontrada dentro de guarda-roupa em Cascavel morreu por asfixia, diz MP
Foto: Reprodução/RIC Record TV

8 de maio de 2021 - 10:23 - Atualizado em 8 de maio de 2021 - 10:23

Gisele da Costa Santos, encontrada morta dentro de um guarda-roupa, na Estrada Rural Chaparral, em Cascavel, no Oeste do Estado foi assassinada por asfixia, afirmou o Ministério Público do Paraná. O crime, que chocou a cidade, completa um mês neste sábado (8).

Márcio dos Santos, suspeito de matar Gisele, foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado com 4 agravantes: feminicídio, motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e asfixia. Além disso, responde também por ocultação de cadáver e furto.

O crime

A jovem e o rapaz trocaram mensagens por aplicativo de relacionamento até que marcaram um encontro. Ela foi ao apartamento dele e não voltou mais pra casa. 

Gisele foi morta com sinais de asfixia. Depois de matá-la, para se livrar do corpo, o acusado comprou um guarda-roupa, amarrou a jovem dentro do móvel e contratou um serviço de frete para fazer o transporte. 

Uma câmera de segurança registrou Márcio e o rapaz que faz frete, colocando o armário no carro. Em seguida, o móvel com o corpo foi levado para uma estrada rural de Cascavel, onde foi abandonado. 

Moradores que passavam pelo local chamaram a polícia. 

Foram cerca de 12 horas de investigação até a prisão de Márcio. Ele estava no próprio apartamento, já com outra mulher.

Depois da divulgação do caso, outras mulheres que também haviam saído ou estavam em contato com ele, até mesmo a ex-namorada, que falou sobre o comportamento agressivo de Márcio.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.