Notícias

Mulher é vítima de estupro coletivo no interior de São Paulo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

18 de julho de 2017 - 00:00 - Atualizado em 18 de julho de 2017 - 00:00

A vítima estava embriagada e não lembra do que aconteceu. (Foto: Pixabay)

Os suspeitos são um jovem de 20 anos e quatro adolescentes de 17, 15 e 13 anos

Uma mulher de 48 anos foi vítima de estupro coletivo na segunda-feira, 17, em Presidente Epitácio, no oeste de São Paulo. Os suspeitos são um jovem de 20 anos e quatro adolescentes de 17, 15 e 13 anos. A Polícia Militar prendeu o maior e apreendeu os adolescentes que são vizinhos da mulher.

A vítima é uma dona de casa que foi levada de sua residência para a casa de um dos suspeitos. A mulher não sabe como foi parar na casa. “Ela estava embriagada e disse que não se lembrava bem do que aconteceu”, afirmou o delegado Mauro Chiyoda titular da Delegacia Seccional de Presidente Venceslau.

Depois do estupro, a mulher foi trancada na casa. “Colocaram madeira na porta, mas ela conseguiu abrir a porta e pediu socorro”, explicou o policial, acrescentando que houve cárcere privado. Com uma lesão, a dona de casa foi atendida na Santa Casa da cidade.

Na casa onde ocorreu o estupro coletivo, a Polícia Militar encontrou preservativos, roupas e chinelos. Eles foram ouvidos na tarde desta terça-feira, 18, no fórum de Presidente Epitácio e negaram o estupro. Em seguida, os três adolescentes foram levados para a cadeia pública de Adamantina, onde aguardarão transferência para uma unidade da Fundação Casa.

Leia mais

Estupro coletivo no Rio pode ter tido outra vítima, apontam investigações

Adolescente suspeito de estuprar menina de 12 anos se entrega no Rio