Notícias

Mulher é flagrada com 9,6 metros de fios de cobre nas partes íntimas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 22 de fevereiro de 2017 - 00:00

Foto: Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, Divulgação

Ela também levava 33 fones de ouvido e 17 cabos conectores na visita ao parceiro preso

Trinta e três fones de ouvidos pequenos, 17 cabos conectores de fones e 9,6 metros de fio de cobre flexível. Acredite ou não, tudo isso bastante compactado e lacrado coube na genitália da mulher de um detento da penitenciária de Martinópolis (SP). 

Sua engenhosidade só não enganou o detector de metais da cadeia, que apitou durante a revista e a fez confessar a carga clandestina. Ela então retirou o pacote de dentro de si, foi levada à delegacia, para que fosse registado um B.O., e então liberada. 

A SAP, Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, informou que quem tenta esse tipo de contrabando é imediatamente excluído das listas de visita. 

Leia mais
Jovem é presa em Apucarana tentando entrar em presídio com droga na vagina
Mulher é presa com celular nas partes íntimas em delegacia de Sarandi

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.