Notícias

Movimento Sem-Terra (MST) faz manifestação na BR-277

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

9 de maio de 2017 - 00:00 - Atualizado em 9 de maio de 2017 - 00:00

Os manifestantes estão no local com mais de dez ônibus vindos do interior do PR (Foto: Divulgação/PRF)

Os manifestantes realizam um ato simbólico em frente a um monumento em homenagem a um agricultor morto em uma operação policial em 2010

Integrantes do Movimento Sem-Terra (MST) fazem uma manifestação na BR-277, em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, desde o início na manhã desta terça-feira (9), véspera do dia em que o ex-presidente Lula deve prestar depoimento ao juiz Sérgio Moro no âmbito da operação Lava Jato.

Pelo menos 12 ônibus vindos do interior do Paraná estacionaram nas margens da rododovia, onde os manifestantes estão concentrados. Eles realizam um ato simbólico em frente a um monumento em homenagem ao agricultor Antônio Tavares Pereira, morto em uma operação policial no ano 2000.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) acompanha o protesto, que transcorre sem nenhum bloqueio na rodovia. Nessa segunga-feira (8), o juiz Eneias Ferreira, do Fórum de Campo Largo, fixou uma multa de R$ 500 mil em caso de bloqueio da rodovia,  atendendo a uma açãoproposta pela concessionária Rodonorte. A previsão é de que o ato seja finalizado até o fim da manhã.

De acordo com a PRF, os ônibus devem seguir até a Rodoferroviária, em Curitiba, onde estão instalados outros manifestantes que acompanharão o depoimento de Lula, que acontecerá nesta quarta-feira (10), na Justiça Federal, no bairro Ahú.

Veja mais

Defesa de Lula pede suspensão da ação do tríplex

Gripe: a 19 dias do fim da campanha, 27,5% do público-alvo recebeu vacina

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.