Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

20 de fevereiro de 2014 - 00:00

Atualizado em 20 de fevereiro de 2014 - 00:00

Notícias

Motoristas e cobradores de ônibus anunciam indicativo de greve

O impasse sobre o reajuste dos salários dos motoristas e cobradores de ônibus de Curitiba e RMC segue sem acordo e o Sindicato dos trabalhadores do setor anuncia indicativo de greve.

Nesta quarta-feira (19) o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (SINDIMOC) e o Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (SETRANSP) participaram de uma reunião na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, onde foram abordados os itens que constam na pauta de reivindicações salariais para 2014. No entanto, as negociações não avançaram. O assunto vem sendo debatido entre as duas categorias há mais de dois meses.

Também participaram do encontro representantes da Urbanização de Curitiba (URBS) e da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (COMEC).

O Sindimoc esperava por uma proposta de reajuste acima do INPC, índice apresentado anteriormente pelo sindicato patronal. Diante da falta de acordo “restou ao Sindimoc abrir indicativo de greve para a sua categoria e anunciar que fará assembléia com os trabalhadores em local e dia a serem agendados”, diz uma nota publicada no site do sindicato.

Se os motoristas e cobradores decidirem pela paralização, uma lei determina que a categoria deve avisar a ação com antecedência de 72 horas.

Em meio à definição do reajuste dos trabalhadores, existe ainda a determinação do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR) para que a tarifa técnica seja reduzida em R$ 0,43 no próximo reajuste, previsto para o dia 26 de fevereiro. A decisão foi comunicada na semana passada, mas está sendo contestada na justiça pelas empresas de ônibus e pela URBS.

A última greve de motoristas e cobradores aconteceu em fevereiro de 2012, deixando Curitiba completamente sem transporte coletivo por quase dois dias. Ao todo, 2,3 milhões de usuários foram prejudicados.