Notícias

Motorista de aplicativo: homem é preso suspeito de latrocínio em SJP

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

14 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 14 de novembro de 2018 - 00:00

Motorista de aplicativo foi morto em São José dos Pinhais, no domingo (11) (Foto: Arquivo Pessoal)

Suspeito confessou que atirou contra o motorista de aplicativo, que chegou a ser socorrido e não resistiu aos ferimentos

Um jovem de 21 anos, suspeito de atirar no motorista de aplicativo Elizeu Daniel da Silva, foi preso na terça-feira (13) por policiais da Delegacia de São José dos Pinhais. O homem estava no bairro Cajuru, em Curitiba, e vai responder pelo crime de latrocínio.

Homem é preso por latrocínio

O suspeito confessou, na delegacia, que atirou na boca da vítima. “Durante a gravação do seu interrogatório, ele fala claramente que atirou uma vez contra a vítima, mas alegou que não foi tentar roubar. Entretanto, para nós,  todos os elementos direcionam para um roubo”, diz Michel Teixeira.

Jovem foi preso no bairro Cajuru, em Curitiba, suspeito de latrocínio (Divulgação)

Motorista de aplicativo morto 

O crime aconteceu na noite de domingo (11) na rua do Jardim Ipê, em São José dos Pinhais. O motorista de aplicativo chegou a ser socorrido e não resistiu aos ferimentos na madrugada de segunda-feira (12) durante uma cirurgia. Uma testemunha relatou aos policiais que o motorista tentou se livrar do suspeito.

Durante investigação, a polícia teve acesso ao amigo que o suspeito teria pedido ajuda para acionar o aplicativo. A ligação foi rastreada, e, ao ser questionado, o amigo do rapaz disse à polícia que o assalto foi premeditado.

“Ele planejou esse roubo, pediu ao amigo para chamar o motorista até o bairro Cajuru, e veio até um local sem movimento em São José dos Pinhais, que ele já conhecia, pois ficava perto da casa da sua namorada”.

Se condenado por latrocínio, o jovem pode pegar de 20 a 30 anos de reclusão em regime fechado.

Filho de Elizeu passou em Medicina na UFPR (Reprodução)

Motoristas de aplicativo fazem carreata após morte

Cerca de 50 motoristas de aplicativo fizeram um protesto em frente à Arena da Baixada, no bairro Água Verde, em Curitiba, na noite de segunda-feira (12), indignados com a morte de Elizeu Daniel da Silva. Eles chamaram a atenção da violência e pediram mais segurança.

Motoristas fizeram protesto pela morte de Elizeu (Reprodução)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.