Notícias

Motorista de aplicativo é morto com golpe no pescoço em Campo Largo e carro é achado em Curitiba

Lucas
Lucas Sarzi
Motorista de aplicativo é morto com golpe no pescoço em Campo Largo e carro é achado em Curitiba
Foto: Colaboração/Jornal da Cidade Campo Largo.

29 de março de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:49

O motorista Adilson da Silva, de 69 anos, foi morto na madrugada deste domingo (29). O corpo foi encontrado em Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), mas o carro, um Toyota Etyos, foi achado horas depois, em Curitiba. A Polícia Civil investiga o crime e tem como suspeita principal um latrocínio (roubo com morte).

O corpo do homem, que era morador de Curitiba, foi encontrado na Estrada Inácio Belinovsk, no bairro Figueiredo, área rural de Campo Largo. Os próprios familiares, que desconfiaram do sumiço do taxista, conseguiram encontrar a localização e chamaram a polícia.

Segundo o Instituto Médico-Legal (IML), Adilson foi morto com golpes de arma branca. A princípio, ele teve o pescoço atingido pelo objeto cortante, possivelmente uma faca. Além disso, também sofreu algumas agressões, provavelmente na tentativa de escapar de ser morto.

Seu carro foi achado na Rua Curuipatis, no Santa Quitéria, em Curitiba, horas depois. O veículo passou por perícia do Instituto de Criminalística, principalmente para descobrir se os assassinos deixaram algum vestígio.

Embora o carro fosse um táxi, a informação passada pela polícia é a de que Adilson também atendia aplicativos de corrida. O crime é investigado pelos policiais da Delegacia de Campo Largo.

O carro de Adilson foi encontrado em Curitiba. Foto: Colaboração/Jornal da Cidade Campo Largo/Michael Martins.