Segurança

Motociclista que levantou vestido de mulher que atravessava rua é liberado da prisão

Ele estava preso desde o dia 8 de outubro e deve permanecer de tornozeleira eletrônica

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Motociclista que levantou vestido de mulher que atravessava rua é liberado da prisão
Momento em que o motociclista se aproxima da vítima. Foto: Reprodução/Câmera de segurança

15 de outubro de 2021 - 11:03 - Atualizado em 15 de outubro de 2021 - 11:03

A Justiça determinou a liberdade para o motociclista gravado levantando o vestido de uma mulher de Ibiporã, no norte do Paraná. A decisão veio por meio de um mandado de monitoração, na quarta-feira (13). Ou seja, o homem de 22 anos deve permanecer de monitorado por tornozeleira eletrônica.

Conforme o documento, o suspeito não pode deixar a casa durante a noite, em finais de semana e feriados. O prazo da decisão é de 90 dias. Passados os três meses, a tornozeleira pode ser retirada.

O homem estava preso desde o dia 8 de outubro, quando foi gravado passando por duas mulheres que tentavam atravessar a rua. Ele faz o retorno na própria faixa, vai ao encontro da mulher e levanta o vestido. Na ocasião, o delegado Vitor Dutra informou que outros oito casos de assédio sexual semelhantes puderam ser investigados, com a prisão. O caso segue em segredo de Justiça, sem divulgação do motivo para a liberdade. Assista à câmera de segurança:

No Paraná, outras situações de assédio semelhantes foram registradas. Em Maringá, outra câmera de segurança registrou uma mulher correndo na rua, quando um motociclista se aproxima por trás. Ele desacelera e leva a mão até as nádegas dela. Em Cascavel, a vítima estava se exercitando no Lago Municipal e também foi assediada por um homem.