Notícias

Motoboys protestam contra aplicativos de entrega em Curitiba

Os participantes alegam que os valores pagos pelas empresas são muito baixos e mal cobrem seus custos

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações de Thais Travençoli da RIC Record TV, Curitiba
Motoboys protestam contra aplicativos de entrega em Curitiba
Foto: Thais Travençoli/RIC Record TV

28 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:54

Inúmeros motoboys se reuniram para protestar por melhores condições de trabalho no estacionamento do Parque Barigui, em Curitiba, na manhã desta sexta-feira (28).

De acordo com os participantes, um dos objetivos da manifestação é chamar a atenção dos aplicativos de entrega, pelos quais os motociclistas profissionais são contratados, para a valorização do serviço prestado, pois os valores pagos a eles pelas empresas mal cobrem os custos do trabalho. 

“Hoje a gente não tem valorização alguma, a gente não tem mínimo, a gente não tem valor de quilômetro mínimo. É baseado na dinâmica que sobe e desce e aí, quando tem muito trabalhador, simplesmente vai lá embaixo. É isso que está acontecendo agora, o aplicativo colocou todo mundo e ninguém ganha mais nada”, explica um dos representantes dos motoboys. 

Além disso, os motoboys também reclamam das punições que, segundo eles, recebem dos aplicativos de entrega. “Se estraga a moto, acontece alguma coisa, se você não conseguiu entregar ou coletar, você é bloqueado. Você fica uma hora, duas horas, às vezes o dia inteiro e não cai mais nenhuma corrida. Além disso, se acontecer algum empecilho o seu cadastro é bloqueado de um dia para o outro, você ficam sem renda”, desabafa outro motociclista.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.