Notícias

Morador de rua com doença mental é espancado até a morte em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

24 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 24 de janeiro de 2017 - 00:00

Homem é preso por agredira até a morte um morador de rua no bairro Rebouças (Foto: Reprodução/ RICTV)

Suspeita da PM é de que o agressor do idoso seja skinhead

Um morador de rua não identificado foi assassinado brutalmente, na madrugada desta terça-feira (24), em uma das principais avenidas de Curitiba, a Marechal Floriano Peixoto, no bairro Rebouças.

A vítima, que aparenta ter mais de 60 anos, foi golpeada com garrafas. O assassino também bateu a cabeça do idoso várias vezes contra a calçada.

Policiais militares que atenderam a ocorrência encontraram a vítima ainda com vida e o agressor, identificado apenas como Érick, com as mãos sujas de sangue. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia sem negar o crime.

Leia mais

Mulher traída corta cabelo de rival e a arrasta nua pelas ruas de Cubatão

Mulher de 19 anos rouba caminhonete e é perseguida pela PM; assista

Os PMs também identificaram no agressor uma tatuagem com símbolo do nazismo e acreditam que ele seja um skinhead, mas ele teria negado.

O responsável pela limpeza de uma estação tubo testemunhou a agressão e acionou a polícia. Jacir Antonio de Jesus contou à reportagem da RICTV que pediu para o autor parar, mas ele ignorou.

Segundo conhecidos do idoso, ele tinhadeficiência mental, mas era tranquilo, ficava sempre na mesma região e não causa problemas a ninguém.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.