Notícias

Morador de Jaguapitã é denunciado criminalmente por atear fogo em bode

O mesmo homem ainda teria deixado animais presos em um terreno vizinho e um cavalo andando solto na rua sem supervisão

Bruna
Bruna Melo / Repórter com informações do MPPR
Morador de Jaguapitã é denunciado criminalmente por atear fogo em bode
Foto: Ilustrativa/Pexels

24 de junho de 2021 - 08:49 - Atualizado em 24 de junho de 2021 - 08:49

Um morador de Jaguapitã está sendo denunciado por maus-tratos a animais. Ele teria ateado fogo em um bode e cometido outros crimes. denúncia foi feita pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio da Promotoria de Justiça de Jaguapitã.

O mesmo homem ainda teria deixado duas éguas e uma mula presas em um terreno próximo à sua residência, sem água e em condições inadequadas para a sobrevivência dos animais. Ele foi denunciado também por deixar um cavalo solto, transitando em via pública sem supervisão.

Caso ele seja condenado, a pena por maus-tratos pode chegar a 12 meses de detenção para cada crime. Ela pode aumentar para até 14 meses se o bicho foi morto.

Na situação do cavalo deixado solto em via pública, a omissão de cautela na guarda de animais caracteriza contravenção penal, e pode gerar prisão de dez dias a dois meses ou multa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.