Notícias

Ministério Público denuncia 52 pessoas por corrupção na Receita Estadual

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

6 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 6 de junho de 2016 - 00:00

receita estadual londrina.jpg

A denúncia do Gaeco aponta envolvimento em 42 crimes investigados pela Operação Publicano

O Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) apresentou denúncia contra 52 pessoas por envolvimento em esquema de corrupção na Receita Estadual em Londrina, na região norte do Paraná. A denuncia criminal foi ajuizada nesta segunda-feira (06).

Leia também:

Gaeco prende auditor da Receita Estadual de Londrina pela segunda vez

Os crimes são investigados pela Operação Publicano, que apura fraudes na Receita Estadual. A denúncia aponta a prática dos crimes de organização criminosa, associação criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva tributária, extorsão, corrupção de menores, falsidade de documentos e lavagem de dinheiro. Ao todo são 42 crimes indicados no relatório. 

Estão entre os denunciados oito auditores, um policial civil, dez empresários, um contador, três advogados, três detentos e 26 pessoas que agiam como “laranjas”, cedendo o nome para figurar em empresas como sócios ou abrindo contas bancárias para lavagem de dinheiro. Quatro dos processados pelo Gaeco na denúncia estão presos preventivamente.

A Operação Publicano foi deflagrada pelo Gaeco de Londrina em abril de 2015. As últimas investigações levaram à identificação de três estruturas criadas dentro do esquema de corrupção descoberto na Receita Estadual e culminaram na denúncia apresentada nesta segunda-feira.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.