Notícias

Ministério da Saúde vai encaminhar 600 mil testes de Covid ao Maranhão para tentar conter variante indiana

Reuters
Reuters

22 de maio de 2021 - 20:37 - Atualizado em 22 de maio de 2021 - 20:37

BRASÍLIA (Reuters) – O Ministério da Saúde anunciou que encaminhará no domingo 600 mil testes rápidos de Covid-19 a São Luiz, no Maranhão, onde tripulantes de um navio foram diagnosticados esta semana com a variante indiana do coronavírus.

Os testes devem ser aplicados em pessoas sintomáticas e assintomáticas nos aeroportos, rodoviárias, pontos de fronteira e outros locais de grande circulação no Estado, afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, neste sábado.

Aqueles que forem diagnosticados com Covid na testagem devem fazer o exame rt-pcr com pesquisa genômica para eventual identificação da variante. Também devem ficar em quarentena e seus contatos recentes serão rastreados para testagens adicionais.

“Estamos atentos também a casos que possam surgir em outros Estados e a conduta será a mesma”, disse Queiroga. Ele afirmou que ainda não foi identificada no país a transmissão comunitária da variante indiana.

O ministro disse que a testagem no Maranhão faz parte de um esforço mais amplo em que o ministério distribuirá um total de 2,4 milhões de testes que devem ser aplicados, por meio de busca ativa, em diferentes pontos do país.

Na segunda-feira, a equipe de Queiroga se reunirá com representantes do Conselho Nacional dos Secretários Estaduais e Municipais de Saúde (Conass e Conasem) para definir os detalhes da distribuição mais ampla de testes.

(Por Isabel Versiani)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.