Notícias

Minério de ferro cai com estoque da China atingindo máxima de 31 meses

Reuters
Reuters
Minério de ferro cai com estoque da China atingindo máxima de 31 meses
Navio carregado com minério de ferro na Austrália

17 de novembro de 2021 - 08:01 - Atualizado em 17 de novembro de 2021 - 08:06

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) – Os contratos futuros do minério de ferro da China caíram pela quarta sessão consecutiva nesta quarta-feira, com os estoques portuários da matéria-prima siderúrgica crescendo para o nível mais alto em 31 meses, em parte devido ao colapso da demanda na maior produtora de aço do mundo.

O minério de ferro mais negociado para entrega em janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian fechou em queda de 1%, a 538,50 iuanes (84,33 dólares) a tonelada.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato do mês de dezembro do minério de ferro caía 0,3%, para 88,85 dólares a tonelada, no início da manhã (horário de Brasília), após ganho de 1,2% na sessão anterior.

Uma modesta queda semanal de 1,5 milhão de toneladas nas chegadas de minério de ferro aos portos chineses deve fornecer suporte temporário aos preços, disse Atilla Widnell, diretor-gerente da Navigate Commodities, de Cingapura, em nota.

“Depois disso, a atenção se voltará para o crescimento estimado de 1,1 milhão de toneladas semana a semana nos embarques de minério de ferro australiano e brasileiro e o aumento dos estoques portuários da China”, afirmou ele.

O minério de ferro importado estocado nos portos chineses subiu para 147,60 milhões de toneladas na semana passada, o maior desde abril de 2019, mostraram dados da consultoria SteelHome.

O preço spot de referência do minério de ferro com teor de 62% na China ficou 90,50 dólares a tonelada na quarta-feira, perto da mínima de 18 meses de 90 dólares atingida na segunda-feira.

O carvão metalúrgico de Dalian caiu 4,6% para seu nível mais baixo desde 15 de julho, mas o coque subiu 1,9% após uma liquidação de três sessões.

A produção de carvão da China em outubro deu um salto de 4% em uma comparação anual e ainda está crescendo, disse uma autoridade da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma na terça-feira, garantindo o fornecimento estável do material para o período inverno-primavera.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai subiu 0,6%, enquanto a bobina laminada a quente e o aço inoxidável subiram 0,1%.

A produção de aço bruto da China em outubro totalizou 71,58 milhões de toneladas, caindo pelo quinto mês consecutivo e 23,3% abaixo do mesmo mês do ano anterior.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAG0HI-BASEIMAGE