Notícias

Maringaense é preso após tentativa de feminicídio em Santa Catarina

Crime teria acontecido depois de uma briga por ciúme em uma lancha, em Balneário Camboriú

Brenda
Brenda Caramaschi
Maringaense é preso após tentativa de feminicídio em Santa Catarina
Foto: Reprodução/Instagram

28 de julho de 2020 - 12:29 - Atualizado em 28 de julho de 2020 - 16:50

O crime de tentativa de feminicídio aconteceu no sábado, 25, em Itapema (SC). De acordo com a Polícia Militar, um homem de 34 anos foi encontrado em um apartamento com lesões causadas por uma faca e com sinais de embriaguês. O empresário Luiz Eduardo Berto de Souza disse que estava dormente e não lembrava direito o que aconteceu. Ele relatou que naquela tarde estava em uma lancha com amigos e a namorada, em Balneário Camboriú. Enquanto atendia o rapaz, a polícia foi informada de outra ocorrência, envolvendo uma mulher de 31 anos, também ferida com uma faca – era a modelo Janaína Julik, namorada do rapaz. 

Ela relatou à polícia que o namorado estava alcoolizado e, ainda na festa na lancha, começou a agredi-la por conta de ciúmes. Já em casa, um apartamento na cidade de Itapema, o homem teria trancado a modelo no quarto e dito que iria matá-la, retornando com uma faca e tentando acertar a namorada. Os dois caíram e ela conseguiu tomar a arma branca das mãos do companheiro, desferindo golpes para se defender e, em seguida, fugiu do local e pediu ajuda. O homem foi preso em flagrante e, no domingo teve a prisão preventiva decretada. A mulher foi liberada, já que houve entendimento de que ela agiu em legítima defesa.

De acordo com a polícia civil, o empresário, que é maringaense, tem histórico de violência contra a mulher tanto no Paraná quanto em Santa Catarina, respondendo por lesão corporal e cárcere privado contra uma ex-namorada, tendo uma medida protetiva contra outra ex, por ameaça, e ainda respondendo por desacato. Ele também é investigado por venda ilegal de teste de covid-19 e agora deve responder por tentativa de feminicídio e lesão corporal.