Notícias

Maringaense é morta a facadas durante festa no interior de São Paulo

Ex-marido foi preso em flagrante

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Maringaense é morta a facadas durante festa no interior de São Paulo
Jéssica foi atingida pelas costas enquanto estava na festa de um amigo (FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK)

3 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 16:13

Uma jovem de Maringá foi morta com mais de 20 facadas durante uma festa na cidade de Franca, no interior de São Paulo. De acordo com informações de amigos, as comemorações de um aniversário começaram na última sexta-feira (31), porém, o crime aconteceu na noite deste domingo (2). O principal suspeito pelo crime é o ex-marido da vítima que foi preso em flagrante.

Jessica Carloni tinha 28 anos e uma filha com o suspeito pelo crime. O casal estava separado há um ano, entretanto, Antônio Sérgio Rodrigues, de 32 anos, não aceitava o término e já havia tentado matar a mulher em novembro de 2019, quando atropelou a ex.

maringaense morta festa

Amigos disseram que protegeriam vítima do ex (FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK)

Festa em Franca termina com morte

Para celebrar um aniversário, amigos se reuniram em uma chácara localizada na rua Manoel Jacinto Neto, no Jardim Zanetti, em Franca. Jéssica, que era natural de Maringá, mas estava morando no interior de São Paulo, estava no local da celebração desde sexta-feira (31). 

No domingo (2), o ex-marido de Jéssica chegou a chácara, porém, os amigos da mulher garantiram que não deixariam ele fazer nada. Quando anoiteceu, Antônio foi até o carro, pegou uma faca e surpreendeu a ex-companheira com pelo menos 20 facadas. Ninguém conseguiu segurar o homem e a vítima não resistiu.

Na sequência, a Polícia Militar (PM) foi acionada e o suspeito foi preso em flagrante, no momento que tentava fugir. O homem foi encaminhado para a Penitenciária de Franca.

jessica carloni

Jéssica tinha um filho com o principal suspeito (FOTO: REPRODUÇÃO/ FACEBOOK)

Vítima já tinha sofrido tentativa de homicídio

A investigação informou que Antônio Rodrigues já teve passagens por homicídio e Jéssica possuía medida protetiva contra o ex. 

Em uma publicação no Facebook, no dia 26 de outubro de 2019, Jéssica clamou por ajuda após ter sido atropelada pelo ex. “Não foi um carro que bateu na minha moto, foi o infeliz do meu ex que simplesmente não aceita o fim do relacionamento”, escreveu.

Na época da postagem, a mulher agradeceu pela vida. Confira a publicação: