Notícias

Maringá registra queda de 200 árvores; escolas viram pontos de coleta d’água

De acordo com a Prefeitura de Maringá, semáforos ficaram destruídos e devem levar até 3 dias para serem consertados

Renan
Renan Vallim / Repórter com informações da PMM
Maringá registra queda de 200 árvores; escolas viram pontos de coleta d’água
Equipes da prefeitura trabalham desde sábado para minimizar os impactos do temporal (Foto: PMM)

25 de outubro de 2021 - 10:33 - Atualizado em 25 de outubro de 2021 - 10:34

A Prefeitura de Maringá registrou a queda de 200 árvores desde o temporal do último sábado (23). Foram mais de 600 chamados, incluindo casas destelhadas, árvores caídas, postes e cabos da rede elétrica caídos, entre outros. Várias casas ficaram sem energia elétrica e sem o fornecimento de água. Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) estão abertos para que a população possa pegar água.

Equipes das secretarias municipais de Mobilidade Urbana, de Limpeza Urbana, de Infraestrutura, da Mulher, Guarda Municipal, Defesa Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, entre outras, trabalham de forma integrada. No final de semana, servidores da Prefeitura de Maringá trabalharam como voluntários para minimizar os problemas causados pelo temporal.

A Prefeitura de Maringá informa que a população que ainda estiver sofrendo com falta de água poderá buscar água nas escolas municipais e nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI´s), onde já foi restabelecido o serviço de distribuição pela Sanepar.

A Secretaria de Educação informou ainda que as Escolas Vitor Beloti, Dona Angelina Lonardon Meneguetti (Iguatemi) e o Centro de Educação Esther Gonçalves Josepetti (Iguatemi) estão sem aula em decorrência da falta de energia ocasionada pelo temporal deste final de semana.

Semáforos

A Prefeitura de Maringá informa que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) trabalha para reestabelecer a operação de dez semáforos danificados pelo temporal do último sábado (23). Entre eles, nas avenidas Tuiuti, Herval, Prudente de Moraes, Colombo, São Paulo e rua Santos Dummont.

Um semáforo caiu na esquina das avenidas Herval com a Prudente de Moraes e as equipes já trabalham para repor o equipamento. Será necessário trocar toda a estrutura, inclusive cabeamento e poste. Estimativa da Semob é que o trabalho seja feito em até três dias.

Esquina das avenidas Herval com a Prudente de Moraes está sem semáforo (Foto: PMM)