Notícias

Marceneiro é morto na frente do filho de quatro anos, em Curitiba

Anderson chegava em casa no bairro Umbará quando foi surpreendido ao descer do carro

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Marceneiro é morto na frente do filho de quatro anos, em Curitiba
Foto: arquivo pessoal

22 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:44

Um marceneiro foi morto a tiros em Curitiba, no bairro Umbará, na frente do filho de quatro anos, no fim da noite desta terça-feira (21).

De acordo com informações obtidas no local pela equipe de reportagem da RIC Record TV, Anderson Antonio de Chaves, de 41 anos, foi vítima de emboscada.

Marceneiro é morto ao descer do carro, em Curitiba

De acordo com o delegado Tito Barichello, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o caso se trata de uma execução.

“O criminoso estava escondido, e diante de uma emboscada, por algum motivo que nós ainda não sabemos, subtraiu a vida da vítima”, explicou o delegado.

marceneiro morto curitiba

Foto: arquivo pessoal

Anderson chegava em casa quando foi surpreendido ao descer do carro. Enquanto era atingido, o filho do marceneiro estava sentado no banco de trás do veículo, e logo que familiares saíram pra fora da casa o menino disse em estado de choque: “um ladrão matou meu pai”.

Conforme Roberta Regina, irmã da vítima, o sobrinho presenciou todo o crime.

“Meu sobrinho viu tudo, gritando em desespero. Imagina uma criancinha de quatro anos presenciando isso. A pessoa que fez isso não teve um pingo de consideração. Ficou esperando pra fazer isso na frente da criança”.

No local do crime, a polícia recebeu a informação de que o marceneiro morto em Curitiba havia recebido ameaças de morte logo depois da cobrança de duas dívidas: uma de móveis e outra de um carro.