Notícias

Marcelo Piloto: traficante que matou jovem no Paraguai chega ao Paraná

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 19 de novembro de 2018 - 00:00

Marcelo Piloto é transferido do Paraguai para uma Penitenciária Federal basileira (Foto: reprodução vídeo enviado pela Polícia Paraguaia)

Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, mais conhecido como Marcelo Piloto, é um dos supostos chefes da facção Comando Vermelho

O traficante Marcelo Piloto foi transferido nesta segunda-feira (19) para o presídio federal de Catanduvas, no Oeste do Paraná, depois de ser entregue pelas autoridades do Paraguai ao Brasil. Piloto estava em Foz do Iguaçu, embarcou em um helicóptero na sede da Polícia Federal e, em seguida, foi para um avião, aonde desembarcou cercado de policiais no Aeroporto de Cascavel.

Transferência de Marcelo Piloto

Piloto foi transferido à tarde de avião até o aeroporto de Cascavel e, em seguida, será escoltado sob forte esquema de segurança, com a participação da Polícia Rodoviária Federal e unidades de elite da Polícia Civil. 

Piloto, que matou uma jovem de 18 anos com pelo menos 18 facadas no sábado (17), teria cometido o crime para evitar transferência para o Brasil. Mas, sem sucesso, o traficante acabou sendo expulso do Paraguai e encaminhado ao Brasil nesta manhã.

Marcelo Piloto no Paraguai

O traficante foi entregue às autoridades brasileiras por volta das 5h10 da manhã, e foi levado por militares até o Aeroporto de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

Marcelo Piloto desceu do avião da Polícia do Paraguai de chinelos, colete a prova de balas, bermuda, camiseta polo e com a cara coberta por um capuz preto.

Escoltado, policiais paraguaios removeram o colete a prova de balas do traficante, além do capuz, e algemaram Piloto antes de o entregarem para as autoridades brasileiras, que já estavam o esperando em um helicóptero da Polícia Civil do Paraná.

Traficante Marcelo Piloto

Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, mais conhecido como Marcelo Piloto, é um dos supostos chefes da facção Comando Vermelho, uma das maiores do Brasil.

Piloto é suspeito de comandar o tráfico de drogas, roubos, assaltos à mão armada, assassinatos, associação criminosa, além de ser conhecido como um dos maiores fornecedores de armas e drogas que o Brasil já teve.

A Polícia Nacional do Paraguai e a Interpol conseguiram impedir a tentativa de resgate de um dos supostos líderes da facção Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, Marcelo Fernando Pinheiro Veiga.

Veja o momento da transferência em Cascavel:

Marcelo Piloto foi entregue pelas autoridades paraguaias. Veja!

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.