Notícias

Mãe mata filho de dez anos sufocado com esponja

O marido da mulher, de acordo com a polícia, não estava na residência quando tudo aconteceu

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Mãe mata filho de dez anos sufocado com esponja
Foto: montagem R7/ Olga Freeman/Facebook

19 de agosto de 2020 - 13:39 - Atualizado em 19 de agosto de 2020 - 13:39

Uma mãe matou o filho sufocado com uma esponja na residência onde moravam em Cumberland Park, no oeste de Londres. Após cometer o crime, Olga Freeman, de 40 anos, deitou o filho Dylan, de 10 anos, ao lado dos brinquedos no quarto principal da casa.

De acordo com o jornal The Mirror, Olga é esposa do renomado fotógrafo de celebridades Dean Freeman, e já estava tendo dificuldades para cuidar da criança há seis meses, pois o garoto sofria com uma série de problemas de saúde.

Segundo Joel Smith, promotor do caso, a causa da morte do menino foi a restrição das vias aéreas, ou seja, sufocamento.

“Partes da esponja foram encontradas na garganta do falecido”, afirmou.

Conforme a polícia, uma viatura foi até a casa da família após Olga Freeman confessar o crime na delegacia. No local, ela foi detida e deve permanecer assim até o julgamento, marcado para 4 de novembro.

O marido da mulher, de acordo com a polícia, não estava na residência quando tudo aconteceu, pois fazia uma viagem para a Espanha.

Em um comunicado nas redes, o fotógrafo disse que o filho era uma criança linda e brilhante.

“Dylan era curioso, artístico… adorava viajar, visitar galerias de arte e nadar. Viajamos muito ao longo dos anos juntos, passando um tempo memorável no Brasil, França e Espanha. Não consigo compreender a perda dele”.

Além disso, o famoso profissional pediu que a mídia respeitasse sua privacidade e de sua família nesse momento tão difícil.