Notícias

Madre Tarcísia Gravina é sepultada no cemitério São Pedro, em Londrina

O falecimento aconteceu neste domingo (4), em consequência de uma parada cardíaca

Ana Clara
Ana Clara Marçal / Estagiária com informações da Arquidiocese de Londrina
Madre Tarcísia Gravina é sepultada no cemitério São Pedro, em Londrina
Foto: Reprodução

5 de julho de 2021 - 12:49 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 12:49

Morreu, neste domingo (4), em Londrina, norte do Paraná, decorrente de uma parada cardíaca, a Madre Tarcísia Gravina. A religiosa fundou, junto da Madre Leônia Milito – que dá nome a uma das avenidas da cidade – a Congregação das Missionárias Claretianas. Ela foi sepultada, nesta segunda-feira (5), no cemitério São Pedro.

A Madre nasceu em Torraca, na Itália, em 19 de setembro de 1927. Ela iniciou sua vida missionária em 1947. Em 1962, veio para o Brasil, participando da Congregação Claretiana.

Em março deste ano, sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral), ficando paralisada. Teve poucas melhoras até vir a falecer, neste domingo (4).

“Nos unimos em solidariedade às irmãs da Claretiana e elevamos a Deus a nossa prece para que Ele a acolha em seu infinito amor.”

disse a Arquidiocese de Londrina, nas redes sociais, em homenagem a Madre.

O velório foi realizado nesta segunda-feira (5), de maneira restrita às irmãs Claretianas, em decorrência da pandemia da Covid-19.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.