Loterias

Mega-Sena acumula e poderá pagar prêmio de até R$ 11 milhões de reais

Sorteio do concurso 2288 irá acontecer nesta terça-feira (11) às 20:00, no Espaço Loterias Caixa.

Leonardo
Leonardo Pedrollo Com supervisão de Larissa Ilaídes
Mega-Sena acumula e poderá pagar prêmio de até R$ 11 milhões de reais
(Foto: divulgação / Agência Brasil)

10 de agosto de 2020 - 15:18 - Atualizado em 10 de agosto de 2020 - 15:18

O concurso 2287 da Mega-Sena não contou com nenhum sortudo que levaria o prêmio de R$ 6,5 milhões, por isso a Mega-Sena acumulou e poderá pagar prêmio máximo de até R$ 11 milhões nesta terça-feira (11). Apesar de nenhuma aposta acertar as seis dezenas, o concurso 2287 teve 45 apostas que acertaram a quina, ganhando R$ 45.775,06 cada e 3.261 bilhetes que acertaram a quadra, esse grupo levou R$ 902,38 por bilhete.

O sorteio do concurso 2288 da Mega-Sena pode pagar até R$ 11 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado nesta terça-feira (11), a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A transmissão do sorteio é realizada ao vivo pelo canal do youtube da Caixa

Como jogar na Mega-Sena

Para apostar na Mega-Sena, é necessário dar entrada em qualquer casa lotérica credenciadas pela Caixa Econômica Federal, até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal, a aposta pode ser realizada por diversos dispositivos, como celular, computador, tablets e outros com acesso a internet. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade e preencher o número do cartão de crédito. A aposta mínima é de R$ 4,50

Probabilidades

As chances de vencer em cada sorteio da Caixa varia de acordo com o número de dezenas jogadas, e do tipo de aposta realizada. Para apostas com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar é de 1 em 50.063.860, segunda a Caixa.

Em uma aposta com 15 dezenas o número muda, com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar é de 1 em 10.003, de acordo com a Caixa.