Notícias

Lava Jato investiga crime que causou prejuízo de R$ 6 bilhões ao Brasil

Cerca de 80 policiais federais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em São Paulo e Rio de Janeiro

Renata
Renata Nicolli Nasrala / Editora
Lava Jato investiga crime que causou prejuízo de R$ 6 bilhões ao Brasil

23 de agosto de 2019 - 00:00 - Atualizado em 23 de agosto de 2019 - 00:00

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (23), a 64ª fase da Operação Lava Jato, intitulada como “Pentiti”.

De acordo com a PF, o objetivo da operação é apurar crimes de corrupção ativa e passiva, organização criminosa e lavagem de capitais relacionadas a recursos contabilizados em planilha denominada “Programa Especial Italiano”, gerida por uma grande empreiteira nacional.

Lava Jato inicia 64ª fase para apurar crimes de corrupção

Nesta manhã, cerca de 80 policiais federais cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em São Paulo e Rio de Janeiro.

Ainda conforme a polícia, a investigação trata de fatos abordados em diferentes inquéritos policiais, tendo sido impulsionada por conta de um acordo de colaboração premiada feito entre a Polícia Federal e um ex-ministro de estado investigado.

Além da identificação de beneficiários da planilha e do modus operandi de entregas de valores ilícitos a autoridades, também é objeto desta operação esclarecer a existência de corrupção envolvendo instituição financeira nacional e estatal petrolífera na exploração do pré-sal e em projeto de desinvestimento de ativos no continente africano – conduta que pode ter lesado os cofres públicos em pelo menos um bilhão e meio de dólares, o equivalente a R$ 6 bilhões.

Nome da operação

O nome da operação significa arrependidos, e faz referência a um termo empregado na Itália para designar pessoas que integraram organizações criminosas, mas que após suas prisões decidiram se arrepender e colaborar com as autoridades para o avanço das investigações.